Uso do transporte ósseo no tratamento de perda óssea segmentar extensa da tíbia: estudo experimental em cães

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005-02-01

Autores

Rahal, S.C. [UNESP]
Volpi, R.S. [UNESP]
Vulcano, L.C. [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária

Resumo

Avaliou-se a técnica de transporte ósseo realizada com fixador externo de Ilizarov no tratamento de defeito ósseo segmentar extenso promovido na tíbia de sete cães. Após aplicação de montagem constituída de um semi-anel proximal, um anel médio e outro distal, ligados entre si por meio de hastes rosqueadas, foi excisado um segmento da diáfise média distal da tíbia e fíbula direitas de 30% do comprimento ósseo. A reconstrução do defeito foi realizada por transporte de um segmento ósseo obtido por osteotomia subperiosteal da parte proximal da tíbia, entre o semi-anel proximal e o anel médio. O período de latência foi de seis dias e o ritmo do transporte foi de 0,5mm a cada 12 horas. Na área de acoplamento foi aplicada compressão. O fixador permaneceu em fase neutra por 14 semanas e, após a remoção do aparelho, os animais foram observados por mais quatro semanas. O resultado funcional foi considerado excelente em um animal, bom em um, satisfatório em três e deficiente nos outros dois. O transporte ósseo permitiu a reparação de falhas ósseas segmentares extensas, porém pode apresentar dificuldades no direcionamento do segmento ósseo transportado e de sua consolidação na área de acoplagem.
The aim of this study was to evaluate the bone transport technique using the Ilizarov external fixator for the treatment of the extensive segmental bone defect induced in the tibia of seven dogs. An Ilizarov frame assembled with one proximal half-ring, one middle ring and one distal ring, all connected to each other, was used. Thirty percent of the tibia and fibula were removed in the medium and distal parts of the diaphyses, between the medium and distal rings. The bone defect was reconstructed by bone transport using a bone segment developed by proximal subperiosteal osteotomy of the tibia between the half-ring and the middle ring. Bone transport started seven days after surgery (0.5mm every 12 hours). Compression was applied in the docking area. The neutral fixation frame period was 14 weeks. The frame was removed at the end of this period, and the dogs were observed for four more weeks. Complications such as intercalary segment deviation (2 dogs) during the trajectory, and nonunion (2 dogs) in the docking area were observed. The functional results were considered poor in the two, fair in three, good in one and excellent in the other dog. The bone transport allowed reconstruction of large segmental bone defect, however, it may have problems during the trajectory of the transport bone segment and in its healing in the docking area.

Descrição

Palavras-chave

cão, transporte ósseo, fixador externo, tíbia, Ilizarov, dog, bone transport, external fixator, tibia, Ilizarov

Como citar

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária, v. 57, n. 1, p. 35-42, 2005.