Controle químico do crestamento bacteriano comum do feijoeiro e seu efeito na transmissão de Xanthomonas campestris pv. phaseoli (Smith) Dye pelas sementes.

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

1990-08-01

Autores

Maringoni, Antonio Carlos [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)

Resumo

Dois ensaios foram conduzidos durante a safra das águas de 1987, no estado do Paraná, visando o controle químico do crestamento bacteriano comum do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.), na cultivar Rio Negro. Os produtos sulfato de estreptomicina + oxitetraciclina, oxicloreto de cobre + zineb, oxicloreto de cobre + mancozeb e oxicloreto de cobre, foram aplicados em pulverização, por três vezes, durante a safra. Foi observada baixa eficiência no controle dessa bacteriose, diante da elevada severidade do crestamento bacteriano nas folhas, alta incidência em vagens e elevada população de X. camnpestris pv. phaseoli nas sementes. Houve incremento na produtividade devido à aplicação de oxicloreto de cobre + zineb e oxicloreto de cobre + mancozeb.

Descrição

Palavras-chave

Como citar

Pesquisa Agropecuaria Brasileira. Brasilia: Empresa Brasil Pesq Agropec, v. 25, n. 8, p. 1151-1156, 1990.