Uma perspectiva discursiva sobre a hesitação

Imagem de Miniatura

Data

2010-04-09

Autores

Nascimento, Julyana Chaves [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Neste trabalho buscamos aprofundar reflexões que iniciamos em nossa dissertação de mestrado. Estabelecemos, como objetivo geral, compreender a hesitação numa perspectiva discursiva. Tomamos a hesitação como processo de negociação problemática com os outros constitutivos do sujeito/ do discurso que mostra (i) a deriva que está sempre virtualmente se instalando e (ii) a ancoragem do sujeito que, numa leitura retroativa do dizer, tenta organizar recortes mobilizados de seu inconsciente. Baseamo-nos em material composto por conversações entre um documentador fonoaudiólogo (JN) e um parkinsoniano (NL), gravadas para o Projeto Atividade discursiva oral e escrita de parkinsonianos: formação de um banco de dados. Percebemos a determinação desse material pelo contexto institucional da saúde no qual JN e NL se conheceram, tal que o objeto discursivo saúde/ doença se mostrava na cadeia significante. Selecionamos, pois, seis recortes representativos da circulação da saúde/ doença no processo discursivo JN/NL e delineamos três objetivos específicos para sua análise: (a) determinar em que pontos da cadeia significante o objeto discursivo se mostrava; (b) identificar as posições discursivas engendradas no processo discursivo JN/NL e sua relação com o objeto discursivo; (c) analisar a hesitação no contexto da relação entre as posições discursivas e os outros mobilizados no processo discursivo. A análise permitiu: (a) determinar que o objeto discursivo era mostrado na forma de metáforas – sob a perspectiva das experiências desagradáveis com a doença e sob a perspectiva da possibilidade de solucionar problemas atribuídos à doença –, bem como permitiu determinar sua ressonância em pontos em que não era mostrado na cadeia; (b) identificar que o objeto discursivo ancorava, em alguma mediada, as posições de pesquisador (que escuta/ questionador), de...
In this work we intend to deepen reflections that began in our Masters dissertation. We, as a general objective, proposed to understand hesitation in a discursive perspective. We take hesitation as a problematic negotiation process with the others constitutives of discourse/ subject that show (i) a drift which is always virtually installing and (ii) anchoring the subject that, in backward reading, attempts to organize snips mobilized from his unconscious. We based on material composed of conversations between a speech pathologist documenter (JN) and a parkinsonian (NL), recorded for the Project Atividade discursiva oral e escrita de parkinsonianos: formação de um banco de dados. We realized the determination of this material by the institutional context of health in which JN e NL knew each other, so that the discursive object health/ disease was shown on the significant chain. We have, therefore, selected six representative snips of the movement of health/disease in JN/NL discursive process and we have outlined three specific goals for their analysis: (a) determine where on the significant chain the discursive object was shown; (b) identify the discursive positions engendered in JN/NL discursive process and their relationship with the discursive object; (c) analyze the hesitation in the context of the relationship between the discursive positions and the others mobilized in the discursive process. The analysis allowed us to: (a) determine that the discursive object was shown in metaphors form – on the perspective of unpleasant experiences with the disease and under the perspective of the possibility of troubleshooting assigned to the disease –, as well as allowed to determine its resonance points where it wasn’t shown in the chain; (b) identify that the discursive object anchored, to some extent, the discursive positions of researcher (who listens/questions), of search ... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Hesitation, Discourse, Parkinson's disease, Fonética, Linguagem, Doença de Parkinson, Linguagem - Doença de Parkinson, Linguagem - Hesitação

Como citar

NASCIMENTO, Julyana Chaves. Uma perspectiva discursiva sobre a hesitação. 2010. 128 f. +. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2010.