Qualidade do leite e suas análises: revisão bibliográfica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-07-07

Autores

Sanches, Nathalia

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O leite é um alimento de grande importância para a alimentação humana e animal, sendo composto por proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais. A qualidade do leite é fundamental para a saúde dos consumidores e para a economia da produção zootécnica. Para avaliar a qualidade do leite, são realizadas análises como a contagem de células somáticas e a contagem bacteriana total, que devem estar dentro dos valores de referência estabelecidos. Além disso, a proteína, gordura, extrato seco total e extrato seco desengordurado são componentes importantes para avaliar a qualidade do leite, sendo necessário manter seus valores dentro dos padrões estabelecidos. A história do leite no Brasil é marcada pela chegada dos primeiros bovinos europeus em 1532 e a primeira ordenha registrada em 1641. Desde então, a produção de leite no país tem evoluído, com a instalação de normativas que visam garantir a qualidade do produto. A Normativa n°51 de 2002 estabeleceu critérios internacionais de qualidade para o leite, como a contagem de células somáticas e a contagem bacteriana total, enquanto a Instrução Normativa n°62 de 2012 retirou a produção do leite tipo B e C, mantendo somente o leite tipo A, pasteurizado. A Normativa n°76 estabelece parâmetros e critérios mais rigorosos para a qualidade do leite, visando garantir a segurança alimentar e a saúde dos consumidores. A Normativa n°76 de 2018 complementa e atualiza a Normativa n°51 de 2002, fortalecendo as medidas de controle e garantia da qualidade do leite no Brasil. Essas normativas são fundamentais para assegurar que o leite produzido e consumido no país atenda aos padrões de qualidade e segurança estabelecidos, promovendo a saúde e o bem-estar dos consumidores.
Milk is a food of great importance for both human and animal nutrition, consisting of proteins, fats, carbohydrates, vitamins, and minerals. The quality of milk is crucial for the health of consumers and the economy of livestock production. To assess the quality of milk, analyses such as somatic cell count and total bacterial count are conducted, and they must fall within the established reference values. Additionally, protein, fat, total solids, and non-fat solids are important components to evaluate the quality of milk, and it is necessary to maintain their values within the established standards.The history of milk in Brazil is marked by the arrival of the first European cattle in 1532 and the first recorded milking in 1641. Since then, milk production in the country has evolved, with the implementation of regulations aimed at ensuring the quality of the product. Normative Instruction No. 51 of 2002 established international quality criteria for milk, such as somatic cell count and total bacterial count, while Normative Instruction No. 62 of 2012 discontinued the production of milk types B and C, maintaining only type A, which is pasteurized. Normative Instruction No. 76 sets stricter parameters and criteria for milk quality, aiming to guarantee food safety and consumer health. Normative Instruction No. 76 of 2018 complements and updates Normative Instruction No. 51 of 2002, strengthening the measures for controlling and ensuring the quality of milk in Brazil. These regulations are essential to ensure that the milk produced and consumed in the country meets the established standards of quality and safety, promoting the health and well-being of consumers

Descrição

Palavras-chave

Qualidade, Leite, Vaca

Como citar