Contribuição de práticas argumentativas para a democratização de debates científicos em aulas de Física

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-02-25

Autores

Figueira, Maykell Júlio de Souza [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A formação inicial docente é um momento fundamental na constituição de um licenciando enquanto futuro professor, visto que é provavelmente nessa etapa em que são feitas as primeiras reflexões sobre as várias dimensões pedagógicas, didáticas, políticas e sociais envolvidas nos processos de ensinar e aprender. Discutir assuntos sociocientíficos de importância atual e apresentar o conhecimento científico como um conjunto dinâmico, provisório e socialmente construído de possíveis explicações são encaminhamentos necessários ao Ensino de Ciências dos anos presentes e futuros, aproximando-o de uma abordagem mais externalista das Ciências. A argumentação, como forma de socialização dialógica do conhecimento científico, já foi apontada por diversos autores como um poderoso recurso metodológico para aulas de Ciências. No entanto, o desenvolvimento de competências argumentativas ainda passa longe dos atuais cursos de Licenciatura. O estudo aqui descrito foi realizado com sete estudantes do último ano de um curso de Licenciatura em Física que cursavam a disciplina de Didática das Ciências (DdC) de uma universidade pública do estado de São Paulo e teve como objetivo principal compreender de que forma dinâmicas argumentativas sobre assuntos sociocientíficos podem contribuir para a construção de saberes docentes de argumentação entre os licenciandos. O debate, organizado na forma de uma audiência pública simulada, teve como tema principal as possibilidades para o plano nuclear brasileiro nos próximos anos. Os estudantes foram agrupados em duplas que deveriam representar quatro setores de interesse no assunto, sendo que cada estudante escolheu um nome e um cargo fictício. Essa dinâmica de role-play educacional parece ter facilitado as interações discursivas e incentivado os estudantes a pesquisarem antes de vir para o debate. A atividade foi gravada em vídeo para posterior transcrição e análise dos episódios segundo referenciais específicos da Sociolinguística e da Argumentação no Ensino de Ciências.
The initial teacher education is a key moment in the constitution of licentiate1 students, as they become future teachers, since it is probably in this stage when the first reflections on the various educational, pedagogical, political, and social dimensions involved in the processes of teaching and learning are undertaken. Discussing sociocientific issues of current importance and presenting scientific knowledge as a dynamic, temporary and socially constructed set of possible explanations are necessary developments for Science Education in the upcoming years, approximating it to a more externalist view of science. Several authors have already pointed out argumentation as a powerful methodological resource for science classes. However, the development of argumentative skills is still quite distant from the current licentiate majors. The study here described was performed with seven students in the final year of a Physics licentiate major, who were attending the course of Science Didactics in a public University in the State of São Paulo. The research had as its main goal to understand how an argumentative dynamic about socioscientifc issues can contribute to the construction of argumentative teacher knowledge among the students. The debate, organized in the form of a simulated public hearing, had as its main theme the possibilities for the Brazilian nuclear plan in the next few years. Students were grouped in pairs that should represent four sectors of interest in the nuclear matter and each student chose a name and title. This dynamic of educational role-play seems to have facilitated the discursive interactions and incentivated students to search for information before coming to the debate. The activity was recorded on video for later transcription and the analysis of the episodes was done according to references on sociolinguistics and argumentation in science education.

Descrição

Palavras-chave

Ensino de Física, Argumentação, Questões sociocientíficas, Energia nuclear, Formação inicial de professores, Physics teaching, Argumentation, Socioscientific issues, Nuclear energy, Initial teacher education

Como citar