A educação de alunos com transtornos do espectro autista no ensino regular: desafios e possibilidades

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-03-17

Autores

Bianchi, Rafaela Cristina [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As Políticas Públicas destinadas à inclusão escolar têm como foco principal, o acesso, a permanência e a qualidade de ensino para todos, sem discriminação de nenhuma das condições do aluno. Essas políticas pertencem ao movimento inclusivo que gera muitas dúvidas e inseguranças ao professor, principalmente no que diz respeito às suas práticas pedagógicas. No caso de alunos com Transtornos do Espectro autista, existem três entraves que podem prejudicar seu processo de aprendizagem, a grande dificuldade de comunicação característica da síndrome, o comportamento retraído e suas relações sociais. A partir dessa perspectiva, a pesquisa tem por objetivo analisar as possibilidades, assim como, as dificuldades que os docentes encontram no trabalho de inclusão de alunos autistas no ensino regular. Para compreender o espectro autista, e a inclusão escolar tradado nesse estudo, foi realizada uma revisão bibliográfica, elencando os principais autores que tratam desta temática. E para legitimar o caráter qualitativo deste estudo realizou-se uma pesquisa de campo envolvendo a inclusão de alunos autistas na primeira etapa do ensino fundamental. O foco da pesquisa foram profissionais diretamente envolvidos no processo de inclusão, professores da rede regular de ensino, professores do atendimento educacional especializado e, coordenadoras pedagógicas das escolas, que recebem as capacitações oferecidas pela Secretaria Municipal de Educação do município e, responsáveis por multiplicá-las aos demais docentes. A partir da pesquisa foi possível constatar alguns entraves principalmente relacionados à formação docente, as professoras envolvidas na pesquisa relacionaram algumas das dificuldades no trabalho com alunos autistas às lacunas deixadas por sua formação, seja a inicial como a continuada.
Public Policies aimed at school inclusion have as main focus, access, permanence and the quality of education for all, without discrimination of any of the conditions of the student. These policies belong to the inclusive movement that generates many doubts and insecurities to the teacher, especially regarding their pedagogical practices. In the case of students with Autism Spectrum Disorders, there are three obstacles that can impair their learning process, the great difficulty of communication characteristic of the syndrome, withdrawn behavior and their social relations. From this perspective, the present research aims to analyze the possibilities, as well as the difficulties that teachers find in the work of inclusion of autistic students in regular education. To understand the autistic spectrum, and the scholastic inclusion in this study, a bibliographical review was made, listing the main authors that deal with this topic. And to legitimize the qualitative character of this study was conducted a field research involving the inclusion of autistic students in the first stage of elementary school. The focus of the research were professionals directly involved in the inclusion process, teachers of the regular education network, teachers of specialized educational services and pedagogical coordinators of the schools, who receive the training offered by the Municipal Education Department of the municipality and, The other teachers. At the end, a proposal will be presented to the Municipal Department of Education to improve the qualifications regarding the care of the student with Autism Spectrum Disorder.

Descrição

Palavras-chave

Autista, Inclusão escolar, Ensino regular, Formação continuada, Autistic, School inclusion, Regular education, Continuing education

Como citar