Processo de identificação de estudantes com altas habilidades/superdotação: uma análise comparativa

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-03-27

Autores

Barbosa, Isabela Costa

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os estudos acerca da temática das Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD) no Brasil têm gerado diversas discussões acadêmicas, mas a prática, por vezes, não acompanha os avanços teóricos. A questão da identificação de alunos com AH/SD pelos professores nas escolas ainda é tema de pesquisa que requer atenção especial. Nesse sentido, este estudo exploratório, quase- experimental, teve como objetivo analisar o procedimento de indicação de alunos com indicativos de AH/SD por seus professores, qualificar as indicações dos estudantes com indicativos de AH/SD, bem como verificar se professores que receberam orientação acerca das AH/SD e instrução para utilização de dois instrumentos – Lista Base de Indicadores de Superdotação (parâmetros para observação de alunos em sala de aula) (LBIS) e Guia de Observação de Talentos (GOT) – identificaram alunos com AH/SD com mais assertividade comparado aos que não receberam orientação e instrução e, por fim, verificar qual a opinião de professores sobre a usabilidade desses dois instrumentos de avaliação para identificação de alunos com AH/SD. Os procedimentos pautaram-se no oferecimento de orientação acerca da temática da identificação de AH/SD no contexto escolar, distribuição e instrução a respeito da utilização dos instrumentos para professores de uma escola do Sistema Público de Ensino (grupo experimental) e a distribuição dos instrumentos (sem orientação e instrução) a professores de uma segunda escola do Sistema Público de Ensino (grupo controle). Esses professores responderam a um questionário, com a finalidade de relatar a experiência dos processos de identificação. Aos demais professores da rede, foram enviados os dois instrumentos e um questionário para avaliação da experiência de utilização de ambos. As entrevistas foram analisadas com base na técnica de análise de práticas discursivas e Mapas de Associação de Ideias e os dados dos questionários, analisados estatisticamente. Como principais resultados pode-se apontar o fato de que processo de identificação dos estudantes obteve maior engajamento de professor e equipe escolar quando estes receberam a formação em comparação com o segundo grupo. Os primeiros mostraram-se mais dispostos em todas as fases do processo, enquanto o segundo grupo mostrou-se menos aberto à colaboração com o processo de identificação, mesmo apresentando, percentualmente, um número maior de estudantes com indicativos de AH/SD do que a escola do Grupo 1. Em termos de utilização dos instrumentos GOT e LBIS, notou-se uma predileção dos professores pela LBIS. Em termos de precisão de indicação, ambos tiveram resultados parecidos, no entanto, a falta de preenchimento da LBIS pela Escola B não permitiu uma análise mais precisa destes dados. Na avaliação caso a caso, o GOT foi capaz de incluir uma maior gama de estudantes que obtiveram resultado superior no TDE II do que o LBIS.
Studies on the theme of gifted students in Brazil have generated several academic discussions, but the practice, sometimes, does not follow the theoretical advances. The themeof identification of gifted students by teachers in schools is still a research subject that requires special attention.In this sense, this exploratory, quasi-experimental study aimed to analyze the procedure for referring gifted studentsindications by their teachers, to qualify gifted students' indications, as well as to verify whether teachers who received guidance on giftednessand instruction on the use of two instruments -Lista Base de Indicadores de Superdotação (parâmetros para observação de alunos em sala de aula)(LBIS)e Guia de Observação de Talentos(GOT) -identified gifted students with more assertiveness compared to those who did not receive guidance and instruction and, finally, verify the opinion of teachers about the usability of these two assessment tools for identifying gifted students. The procedures were based on offering guidance on the theme of theidentification of gifted studentsin the school context, distribution and instruction regarding the use of instruments for teachers of a school in the Public Teaching System (experimental group) and the distribution of instruments (without guidance and instruction) to teachers at a second school in the Public Education System (control group). These teachers answered a questionnaire in order to report the experience of the identification processes. To the other teachers of the Education System, both instruments and a questionnaire were sent to evaluate the experience of use. The interviews were analyzed based on the technique of analysis of discursive practices and Maps of Association of Ideas and the data from the questionnaires, analyzed statistically. As main results, it can be pointed out the fact that the students' identification process obtained a greater engagement of teachers and school staff when they received the orientationin comparison with the second group. Experimental groupteacherswere more willing at all stages of the process, while the controlgroup was less open to collaboration with the identification process, even though it presented, in percentage, a greater number of gifted students indications compared tothe first group. In terms of usage ofbothinstruments, there was a predilection for teachers by LBIS. In terms of accuracy of indication, both had similar results, however, the lack of completion of the LBIS by School B did not allow a more precise analysis of these data. In the case-by-case analysis, GOT was able to include a wider range of students who scored higher on TDE II than LBIS.

Descrição

Palavras-chave

Altas Habilidades, Superdotação, Formação de professores, Instrumento de identificação, Giftedness, Talent, Identification Instruments, Special education, Teacher training

Como citar