Um estudo da evolução orbital dos satélites de Urano atribuída ao efeito de maré

dc.contributor.advisorYokoyama, Tadashi [UNESP]
dc.contributor.authorGomes, Gabriel de Oliveira [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2018-09-19T17:29:24Z
dc.date.available2018-09-19T17:29:24Z
dc.date.issued2017-11-17
dc.description.abstractAlmost all studies so far performed related to possible events capable of elevating Miranda's inclination to its present value and explain the relatively active surface of Ariel are based on passage through some mean motion resonances (MMR) between two satellites. For Miranda's inclination, it is claimed that an entrapment in a 3 : 1 resonance between Miranda and Umbriel would have been responsible for an increase in Miranda's inclination, where escape from such resonance occurs when chaotic behavior during the resonance ensues. For Ariel's present surface, studies show that a 5 : 3 resonance between Ariel and Umbriel would have been responsible for increasing Ariel's eccentricity, causing intense processes of energy dissipation resulting on Ariel's present resurfacing. In this work, we revisit these two problems from a new point of view taking the classical newtonian formalism, but in a tridimensional case and considering that, during the resonances, tidal interactions act on Miranda, Ariel and Umbriel. Since the 5 : 3 resonance between Ariel and Umbriel was probably the last encountered by the system (Peale, 1988), rstly the 3 : 1 resonance between Miranda and Umbriel is studied in order to obtain reasonable initial conditions to study the 5 : 3 resonance between Ariel and Umbriel. Finally, it is shown that, for both resonances, the initial conditions are an important aspect to be analyzed, since the system is very sensitive concerning alterations on the initial conditionsen
dc.description.abstractA maioria dos estudos realizados com relação aos possíveis eventos capazes de elevar a inclinação do satélite de Urano Miranda para seu atual valor e explicar a superfície atual relativamente ativa de Ariel são baseados em passagens por ressonâncias de movimento médio (RMM) entre dois satélites. Para a inclinação de Miranda, acredita-se que um aprisionamento numa ressonância 3 : 1 entre Miranda e Umbriel teria sido responsável por aumentar a inclinação de Miranda, onde o escape desta ressonância ocorre devido ao surgimento de comportamento caótico durante evolução na ressonância. Para a atual superfície de Ariel, acredita-se que uma ressonância 5 : 3 entre Ariel e Umbriel teria sido responsável por aumentar a excentricidade de Ariel, posteriormente causando intensos processos de dissipação de energia resultando na atual superfície de Ariel. Neste trabalho, objetivou-se revisar estes dois problemas de um ponto de vista in édito, considerando uma formulação baseada no formalismo Newtoniano no caso tridimensional e considerando que durante as duas ressonâncias há interação de maré agindo em Miranda, Ariel e Umbriel. Uma vez que a ressonância 5 : 3 entre Ariel e Umbriel foi provavelmente a ultima a ser encontrada pelo sistema (Peale, 1988), primeiramente a ressonância 3 : 1 entre Miranda e Umbriel e estudada de forma a obter condições iniciais razoáveis para estudo da ressonância 5 : 3 entre Ariel e Umbriel. Mostra-se que, para ambas as ressonâncias, as condições iniciais são um ponto importante a ser analisado, uma vez que o sistema é sensível a alterações nas condições iniciaispt
dc.format.extent43 f.
dc.identifier.aleph000906274
dc.identifier.citationGOMES, Gabriel de Oliveira. Um estudo da evolução orbital dos satélites de Urano atribuída ao efeito de maré. 2017. 43 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Física) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2017.
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2018-08-30/000906274.pdf
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/156976
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectMecânica celestept
dc.subjectSatélites - Órbitaspt
dc.subjectRessonanciapt
dc.subjectComportamento caótico nos sistemaspt
dc.subjectMaréspt
dc.titleUm estudo da evolução orbital dos satélites de Urano atribuída ao efeito de marépt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claropt
unesp.undergraduateFísica - IGCEpt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
000906274.pdf
Tamanho:
700.2 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format