Interferência das plantas daninhas na cultura do grão-de-bico cultivado sob doses de adubação nitrogenada

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-02-26

Autores

Amaral, Carita Liberato do [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A interferência das plantas daninhas pode prejudicar o desenvolvimento de culturas em ecossistemas agrícolas, comprometendo a produtividade e a qualidade do produto colhido. Estudos ecológicos das comunidades infestantes e o conhecimento do período de interferência podem auxiliar no desenvolvimento de programas de manejo das plantas daninhas. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi estimar os períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do grão-de-bico, em resposta a doses de cobertura de nitrogênio e realizar o levantamento florístico e fitossociológico de comunidade infestante da área. Nos anos de 2011 e 2012 foram conduzidos três experimentos utilizando doses de nitrogênio em cobertura (0, 50 e 75 kg N ha-1), aos 40 dias após a semeadura do grão-de-bico. Os experimentos foram conduzidos utilizando períodos crescentes (0, 7, 14, 21, 28, 35, 42, 56, 63 e 140 dias após a emergência) de convivência e controle de plantas daninhas na cultura do grão-de-bico em duas situações: inicialmente livre das plantas daninhas (LPD) e inicialmente infestado pelas plantas daninhas (IPD). Os períodos de interferência das plantas daninhas sobre o grão-de-bico foram baseadas nas perdas de produtividade ao longo do tempo. Os levantamentos florísticos e fitossociológicos foram realizados ao término de cada período de convivência da cultura com as plantas daninhas (períodos IPD) e aos 70 dias após a emergência para o grupo de períodos crescentes de controle das plantas daninhas (LPD70), utilizando três quadrados de 0,25 m2 por parcela para o estudo florístico e fitossociológico. As plantas daninhas interferiram negativamente na produtividade do grão-de-bico, causando perdas de rendimento. Os períodos críticos de interferência, nos experimentos adubados com 50 e 75 kg N ha-1 (entre 5 a 65 dias após a emergência em...
Weeds can cause several interferences on the development of crops in agricultural ecosystems, affecting mainly the productivity and the quality of the harvested product. Ecological studies of weed communities and the knowledge of periods of weed interference on crops may assist in developing programs for weed management. The aims of this study were estimate the periods of weed interference in the chick-peas corp, grown under different concentrations of nitrogen topdressing and evaluate the flora and phytosociology of the weed community in this area. During the 2011 and 2012 harvests we conducted three experiments in each year, using the nitrogen topdressing concentrations at 0, 50 and 75 kg N ha-1 at 40 days after sowing the crop. The experiments were conducted using increasing periods (0, 7, 14, 21, 28, 35, 42, 56, 63 and 140 days after emergence) of coexistence and control weeds in chick-peas and weeds in two situations: initially weed-free (WF) and initially weed-infested (WI) periods. The determinations of the weed-period interferences on chick-peas were performed based on loses of productivity over time. The floristc and phytosociological surveys were conducted at the end of each period of coexistence among the crop and the weeds in all WI periods and at 70 days after emergence for the period WF70 using three squares 0,25 m2 per plot for floristic and phytosociological studies. Weeds negatively interfered on chick-peas productivity, causing yield losses. The critical weed-interference periods for the experiments with 50 and 75 kg N ha-1 (5-65 DAE in 2011 and 10-61 in 2012 accepting 5% of losses), remained close the times the experiment without nitrogen topdressing (0 kg N ha-1) (7-76 days after emergence in 2011 and 11-64 in 2012 accepting 5% of losses). The nitrogen topdressing increased... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Grão-de-bico - Cultivo, Grão-de-bico - Adubação, Fertilizantes nitrogenados, Diversidade agrícola, Erva daninha, Produtividade agrícola, Weeds

Como citar

AMARAL, Carita Liberato do. Interferência das plantas daninhas na cultura do grão-de-bico cultivado sob doses de adubação nitrogenada. 2013. iv, 59 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2013.