Características anatômicas foliares e controle químico em pós-emergência de Brachiaria decumbens e Brachiaria plantaginea

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-02-13

Orientador

Rodella, Roberto Antonio
Martins, Dagoberto

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Agricultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

objetivo do presente trabalho foi relacionar as características anatômicas foliares de Brachiaria decumbens Stapf (capim-braquiária) e Brachiaria plantaginea (Link) Hitchc. (capim-marmelada), com a eficiência do controle químico em pósemergência por meio de herbicidas inibidores da enzima ACCase, visando fornecer subsídios para o manejo químico dessas espécies daninhas. A semeadura de B. decumbens e B. plantaginea foi feita em vasos plásticos contendo solo e mantidos em casa de vegetação. Para se proceder à análise anatômica foliar, foi amostrada a porção mediana do limbo da terceira folha expandida, contada a partir da base do colmo, compreendendo três estádios de desenvolvimento da planta: Estádio 1 (plantas com 4-6 folhas aos 15 dias após a emergência), Estádio 2 (plantas com 3-4 perfilhos aos 23 dias após a emergência), Estádio 3 (plantas adultas no início do florescimento aos 48 dias após a emergência). Avaliaram-se as estruturas anatômicas das regiões da quilha (nervura central) e da asa (porção compreendida entre a nervura central e a margem do limbo), utilizando-se de mesa digitalizadora com programa computacional específico. Os caracteres anatômicos foliares quantitativos analisados, nos três estádios de desenvolvimento, foram: área da seção transversal; porcentagens de epiderme das faces adaxial e abaxial, esclerênquima, endoderme (bainha do feixe vascular), feixe vascular e parênquima; espessura da folha; distância entre os feixes vasculares; comprimento do estômato; número de estômatos e de tricomas (curtos e longos). Os valores desses caracteres foram submetidos aos testes estatísticos multivariados de Análise de Agrupamento e Análise de Componentes Principais. Para a avaliação do controle químico foram testados os herbicidas fluazifop-p-butil na dose...

Resumo (inglês)

The aim of this study was to correlate the leaf anatomical characteristics of Brachiaria decumbens Stapf (signal grass) and Brachiaria plantaginea (Link) Hitchc. (Alexandergrass) with the chemical control efficacy in post-emergence through ACCase-inhibitor enzyme herbicide application in order to contribute to the chemical management of those weed species. B. decumbens and B. plantaginea were sown in plastic pots filled with soil and kept in a greenhouse. For leaf anatomical analysis, the blade median portion of the third expanded leaf, counted from the stem basis, was sampled. Plants were divided into three developmental phases: Stage 1 (plants presenting 4-6 leaves at 15 days after emergence), Stage 2 (plants presenting 3-4 tillers at 23 days after emergence), and Stage 3 (adult plants in the beginning of flowering at 48 days after emergence). Anatomical structures of keel (midrib) and wing (a portion between the midrib and the blade margin) were evaluated by using a digitizer tablet including specific software. Leaf quantitative anatomical characters analyzed in the three development stages were: transversal section area; percentages of epidermal cells in adaxial and abaxial surfaces, sclerenchyma, endodermis (vascular bundle sheath), vascular bundle, and parenchyma; leaf thickness; distance among vascular bundles; stomatal length; number of stomata and trichomes (short and long). The values of these characters were subjected to multivariate statistical tests through Cluster Analysis and Principal Component Analysis. For chemical control evaluation, the following herbicides were tested: fluazifop-p-butyl 150 g ha-1, haloxyfop-methyl 50 g ha-1 and sethoxydim 230 g ha-1. Post-emergence applications were performed in all three plant development stages, and visual evaluations were... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

MARQUES, Renata Pereira. Características anatômicas foliares e controle químico em pós-emergência de Brachiaria decumbens e Brachiaria plantaginea. 2009. iv, 56 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista , Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2009.