Light exercise causes adaptive changes in muscles of young Brasileiro de Hipismo horses

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-08-01

Autores

D'Angelis, Flora Helena de Freitas [UNESP]
Silva, Marco Augusto Giannoccaro da [UNESP]
Martins, Carla Braga [UNESP]
Ferraz, Guilherme de Camargo [UNESP]
Oliveira, João Ademir de [UNESP]
Boleli, Isabel Cristina [UNESP]
Lacerda-Neto, José Corrêa de [UNESP]
Queiroz-Neto, Antonio de [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Resumo

Este estudo objetivou determinar as adaptações do músculo Gluteus medius de cavalos da raça Brasileiro de Hipismo (BH), que participaram de atividades físicas leves por 10 meses. Foram utilizados 11 eqüinos, machos, da raça BH e com idade de 4 anos, provenientes do Batalhão Nove de Julho da Polícia Militar do Estado de São (PM-SP). Realizou-se a biópsia muscular percutânea nos animais inativos e, após participarem das atividades de ronda e policiamento desenvolvido pela PM-SP por 10 meses, foram retirados fragmentos do músculo Gluteus medius nas profundidades de 20mm e 60mm. Para a determinação dos tipos de fibra muscular, foram feitas análises histoquímicas por meio das técnicas de adenosina trifosfatase miofibrilar (mATPase) e nicotinamida adenina dinucleotídeo tetrazólio redutase (NADH-TR). Na análise morfométrica das fibras, calculou-se a área de secção transversal (AST), a freqüência média (F) e a área de secção transversal relativa (ASTR). Após o período de atividade física, as fibras tipo IIA apresentaram aumento da F e da ASTR nas duas profundidades. As fibras tipo I apresentaram diminuição da F na profundidade de 60mm e as fibras tipo IIX não sofreram alteração da F nas duas profundidades. A ASTR das fibras tipo I e IIX não apresentaram alteração após os 10 meses. A atividade física de baixa intensidade produziu adaptações significativas no músculo Gluteus medius de cavalos da raça BH, incluindo mudança nas propriedades metabólicas e contráteis evidenciadas pelo aumento da área ocupada pelas fibras tipo IIA, nas duas profundidades de biópsia.
This study aimed to determine the changes in the Gluteus medius of 4 year-old Brasileiro de Hipismo (BH) horses submitted to light physical activity for 10 months. The study involved 11 horses from the Nove de Julho Battalion of the Military Police of São Paulo State (PM-SP). Percutaneous muscle biopsy was performed in horses at maintenance and in those that had participated in routine police work for 10 months with the PM-SP. Fragments of the left Gluteus medius muscle was removed at depths of 20mm and 60mm. To determine the fiber types, the histochemical analyses were performed for myofibrillar adenosine triphosphatase (mATPase) and nicotinamide adenine dinucleotide tetrazolium reductase (NADH-TR). The morphometry of the fibers was performed by calculating the cross sectional area (CSA), relative frequency distribution (F) and relative cross-sectional area (RCSA). After the period of physical activity, type IIA fibers showed an increase in F and RCSA at both depths. The type I fibers showed a decrease in F at a depth of 60mm and the type IIX fibers showed no change in F at the two depths. With regard to the results for RCSA, type I and IIX fibers also did not show alterations after 10 months of light physical activity. Low intensity physical activity produced significant adaptations in the Gluteus medius muscle of horses of the BH breed, including changes in metabolic and contractile properties as evidenced by the increase in the area occupied by type IIA fibers at both depths of the biopsy.

Descrição

Palavras-chave

Brasileiro de Hipismo breed, Horse, histochemistry, Gluteus medius muscle, low intensity exercise, Brasileiro de Hipismo, Cavalo, Histoquímica, Gluteus medius, exercício de baixa intensidade

Como citar

Ciência Rural. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 38, n. 5, p. 1313-1318, 2008.