A contação de história na educação infantil: potencialidades para o ensino de ciências da natureza

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-02-24

Orientador

Mello, Denise Fernandes de

Coorientador

Pós-graduação

Docência para a Educação Básica - FC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Esta pesquisa teve como objetivo geral verificar se a contação de histórias em conjunto com atividades investigativas pode contribuir para a aprendizagem de ciências por crianças do ensino infantil. Objetivos específicos: 1. Avaliar se os livros de temática científica disponíveis na escola de educação infantil, onde a pesquisa foi realizada podem contribuir para o repertório de alfabetização científica, identificando as lacunas. 2. Planejar e elaborar sequências didáticas e experimentos para a criação das histórias. 3. Aplicar, descrever e analisar a contação das histórias e das atividades experimentais com as crianças. O objetivo do produto educacional foi produzir, aplicar e avaliar um conjunto de quatro livros de histórias envolvendo conteúdos de ciências da natureza, com atividades experimentais associadas. Caracterizou-se como uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo descritiva tendo por base intervenções de contação de histórias, com a participação de 26 alunos do ensino infantil com idades entre 4 e 5 anos, de uma cidade do interior do Estado de São Paulo. Os dados obtidos foram constituídos por gravações das atividades, das falas e dos desenhos realizados pelas crianças. O material desenvolvido denominado “EuRekA uma vez: histórias para aprender ciências e se encantar” contém quatro histórias: 1. “Quem é a mãe da lagarta?”; 2. “O que é... Densidade”; 3. “Ju e o sol”; 4. “A história do dentinho”. Cada livro conta com atividades experimentais investigativas, sendo elas: ciclo de vida da borboleta referente ao livro 1. Afunda não afunda e torre de líquidos, referente ao livro 2. Movimento da terra 1 e 2 referentes ao livro 3. E cultura de micro-organismos com foco nas bactérias, referente ao livro 4. Os resultados apontaram como principais habilidades desenvolvidas o protagonismo, a escuta ativa, a empatia e a colaboração, que melhoraram no decorrer do período de desenvolvimento das atividades. Em relação à aprendizagem de ciências: 1. Ao estudar as fases da vida da borboleta, aprenderam que na natureza tudo tem um ciclo e um tempo para acontecer, e que o ciclo de vida da borboleta em particular apresenta formas que eles não sabiam, não imaginavam. 2. No caso da densidade descobriram que além da massa do objeto, tem outra variável envolvida para saber se ele vai afundar ou não na água. 3. Em relação aos planetas, avançaram na percepção que a Terra não está parada em relação ao sol. 4. No caso dos dentes compreenderam que existem micro-organismos na boca, que estão relacionados a alteração nos dentes, causando danos e até dor, e que para evitar esses danos são necessários cuidados básicos de higiene e alimentação. No geral, houve interesse, participação e envolvimento das crianças como sujeitos ativos pois elas conseguiram associar conceitos novos com os conhecimentos já existentes, formando ideias mais elaboradas.

Resumo (inglês)

The general objective of this research was to verify whether storytelling together with investigative activities can contribute to science learning by kindergarten children. Specific objectives: 1. Evaluate whether the science-themed books available at the kindergarten, where the research was carried out, can contribute to the scientific literacy repertoire, identifying gaps. 2. Plan and develop didactic sequences and experiments for creating stories. 3. Apply, describe, and analyze storytelling and experimental activities with children. The aim of the educational product was to produce, apply and evaluate a set of four storybooks involving natural science content, with associated experimental activities. It was characterized as research with a qualitative approach, of the descriptive type, based on storytelling interventions, with the participation of 26 preschool students aged between 4 and 5 years, from a city in the interior of the State of São Paulo. The data obtained consisted of recordings of activities, speeches and drawings made by the children. The material developed called “EuRekA once: stories to learn science and be enchanted” contains four stories: 1. “Who is the mother of the caterpillar?”; 2. “What is... Density”; 3. “Ju and the sun”; 4. “The story of the little tooth”. Each book has investigative experimental activities, namely: butterfly life cycle referring to book 1. Sink does not sink and tower of liquids, referring to book 2. Earth movement 1 and 2 referring to book 3. And culture of micro-organisms with a focus on bacteria, referring to book 4. The results showed protagonist, active listening, empathy and collaboration as the main skills developed, which improved over the period of development of activities. Regarding science learning: 1. By studying the life stages of the butterfly, they learned that in nature everything has a cycle and a time to happen, and that the life cycle of the butterfly in particular presents forms that they did not know, they imagined. 2. In the case of density, they discovered that in addition to the object's mass, there is another variable involved to know whether it will sink in the water. 3. Regarding the planets, they advanced in the perception that the Earth is not stationary in relation to the sun. 4. In the case of teeth, they understood that there are microorganisms in the mouth, which are related to changes in the teeth, causing damage and even pain, and that to avoid this damage, basic hygiene and food care is necessary. In general, there was interest, participation, and involvement of the children as active subjects, as they were able to associate new concepts with existing knowledge, forming more elaborate ideas.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados

Financiadores