Mistagogia da música ritual católica romana: estudo teórico-metodológico

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-05-28

Orientador

Kerr, Dorotéa Machado

Coorientador

Pós-graduação

Música - IA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este estudo tem por finalidade descrever metodologicamente a prática mistagógica dos séculos IV e V d.C. e discutir a recente sistematização e aplicação do método mistagógico à formação dos ministérios litúrgico-musicais da Igreja Católica Romana. No ano de 1963, promulgava-se a Sacrosanctum Concilium (Constituição sobre a Sagrada Liturgia) do Concílio Ecumênico Vaticano II (1962-1965) que, sustentada pelo Movimento Litúrgico, representava o retorno às fontes bíblicas e patrísticas da fase de estruturação da liturgia por volta do século IV. Atualmente, a formação continua sendo um dos maiores desafios à consolidação do processo de renovação litúrgica desencadeado pela reforma do Vaticano II. A reforma teve implicações sobre a liturgia e também sobre o modelo eclesial a ser assumido pelas novas gerações. Quanto ao uso do método mistagógico, dois autores, Mazza (1996) e Buyst (2006), serão largamente focalizados devido à especificidade de sua aproximação ao objeto de estudo. O primeiro expõe a sistemática catequético-mistagógica dos séculos IV e V; e a segunda aplica o método mistagógico ao estudo da música ritual com escopo formativo mais evidenciado. O propósito da pesquisa foi sendo consolidado a partir da leitura, tradução e interpretação de variados autores para se avançar de rudimentos conceituais à apropriação teórica e metodológica do termo e prática da mistagogia. Deste modo, o percurso assumido procurou evidenciar o deslocamento do discurso normativo e prescritivo, próprio dos documentos eclesiais, ao discurso reflexivo e propositivo sobre o processo de renovação da música ritual no Brasil a partir de produções litúrgico-musicais pós-conciliares. Esta pesquisa, ao propor o método mistagógico no estudo da música ritual como estratégia que articula diferentes áreas do conhecimento, procura identificar...

Resumo (inglês)

The purpose of this study is describe methodologically the mystagogic practice of 4th and 5th centuries, and discuss new approaches and application on mystagogic method related to liturgical musical formation of the ministries of Roman Catholic Church. In 1963 was promulgated the Constitution on the Sacred Liturgy (Sacrosanctum Concilium) of Second Vatican Council (1962-1965) that held on Liturgical Movement represented the return to biblical and patristic sources of the 4th century. Nowadays, formation continues being one of the main challenges to consolidation of the liturgical renewal process started at Second Vatican reformation. This reformation had effect on the liturgy and ecclesial model. Two authors Mazza (1996) and Buyst (2006) were focused on due to particular approach to mystagogic method. The first demonstrates the catechetical and mystagogic systematic from 4th and 5th; the second applies mystagogic method to the study of ritual music with a clearly formative scope. The purpose of this research was developed through reading, translation and interpretation of various authors to reach the concept and to get a theoretical and methodological understanding of terminology and practice of mystagogy. Therefore, the way assumed had revealed a changing from normative and prescriptive enunciation to a reflexive and rational enunciation related to renewal process of ritual music in Brazil and post-Second Vatican Council liturgical musical productions. This research proposes mystagogic method in the study of ritual music as a strategy that conjugates different areas of knowledge. Finally, also identify how the formation was theorized and performed in the liturgical renewal process to reach the method.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

ALMEIDA, Márcio Antônio de. Mistagogia da música ritual católica romana: estudo teórico-metodológico. 2009. 107 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Artes de São Paulo, 2009.

Itens relacionados