Constituintes químicos e atividades antioxidante e alelopática de Bauhinia holophylla (Bong.) Steud

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-04-26

Orientador

Bosqueiro, Anne Lígia Dokkedal

Coorientador

Pós-graduação

Ciências Biológicas (Botânica) - IBB

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Recentemente, o Cerrado foi incluído na lista das áreas críticas para a conservação no mundo. Ocupando 21% do território nacional, estima-se que 800 espécies de plantas vasculares, entre árvores e arbustos, sejam endêmicas deste bioma. O estudo das plantas medicinais nativas do Cerrado e respectivos aleloquímicos pode representar significativo potencial para a busca de produtos naturais. Os flavonoides compreendem um dos principais grupos de substâncias antioxidantes de origem vegetal. Assim, as propriedades antioxidantes dos flavonoides têm atraído a atenção para a prevenção de doenças crônico-degenerativas e outras patologias. Bauhinia L. (Fabaceae) compreende aproximadamente 300 espécies, sendo Bauhinia holophylla (Bong.) Steud. um arbusto típico do cerrado, muito utilizado na medicina popular; porém, não há estudos sobre a constituição química e atividade farmacológica desta espécie. Os objetivos deste trabalho foram realizar estudo fitoquímico a partir de folhas secas de Bauhinia holophylla e ensaios químicos biológicos com extratos e frações ativas. Para tanto, foram realizadas coleta de folhas, obtenção de extrato hidroalcoólico, extração líquido-líquido (LLE) entre diferentes solventes orgânicos e água para obtenção de frações enriquecidas, fracionamento através de diferentes técnicas cromatográficas (GPC, HPLC-RI, CC) e identificação das substâncias isoladas (HPLC-ESI-IT-MS, FIA-EIS-IT-MS/MSn, RMN). A atividade antioxidante do extrato e das frações enriquecidas foi avaliada utilizando o método de sequestro de radicais pelo DPPH. O perfil cromatográfico (fingerprint) do extrato hidroalcólico de B. holophylla foi avaliado por HPLC-UV-PDA e o potencial alelopático através da germinação de sementes e crescimento inicial de raiz de Cucumis sativus L. e Hordeum vulgare L. embebidas em diferentes concentrações do extrato hidroalcoólico...

Resumo (inglês)

Recently, the Cerrado has been included in the list of critical areas for conservation in the world. Occupying 21% of the brazilian territory, it is estimated that 800 species of vascular plants, including trees and shrubs, are endemic to this biome. The study of medicinal plants in the Cerrado and their allelochemicals is important in the search for natural products. The flavonoids comprise a major group of natural antioxidant substances. Thus, the antioxidant properties of flavonoids have attracted attention to the prevention of chronic degenerative diseases and other pathologies. Bauhinia L. (Fabaceae) comprises about 300 species, Bauhinia holophylla (Bong.) Steud. is a typical bush from savannah, widely used in folk medicine, but there are no studies on the chemical composition and pharmacological activity of this species. The objectives of this study were the phytochemical study from dried leaves of Bauhinia holophylla, biological and chemical assays with extracts and active fractions. The aerial parts were collected, dried and powdered, obtaining hydroalcoholic extract. Liquid-liquid extraction (LLE) between different organic solvents and water obtained enriched fractions. The fractionation was performed using different chromatographic techniques (GPC, HPLC-RI, CC) and the identification of substances isolated was performed using HPLC-ESI-IT-MS, FIA-EIS-IT-MS/MSn, NMR. The antioxidant activity of the extract and fractions was performed using the method of sequestration by DPPH radicals. The chromatographic profile (fingerprint) of the hydroalcoholic extract of B. holophylla was evaluated by HPLC-UV-PDA and allelopathic potential through seed germination and initial root growth of Cucumis sativus L. and Hordeum vulgare L. soaked in different concentrations of hydroalcoholic extract (10 mg.L-1, 20 mg.L-1, 40 mg.L-1, 80 mg.L-1, 160 mg.L-1 and 320 mg.L-1) . The results showed that the hydroalcoholic ...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

PIERONI, Laís Goyos. Constituintes químicos e atividades antioxidante e alelopática de Bauhinia holophylla (Bong.) Steud. 2013. 183 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências de Botucatu, 2013.

Itens relacionados

Financiadores