Efeitos da estimulação elétrica nervosa transcutânea associada à mobilização articular vertebral na dor e desempenho musculoesquelético de indivíduos com dor lombar

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-01-24

Orientador

Navega, Marcelo Tavella
Morita, Ângela Kazue

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Fisioterapia - FFC

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Introdução: A dor lombar é uma queixa musculoesquelética altamente prevalente e relacionada à incapacidade funcional. Atualmente há inúmeras intervenções conservadoras para o tratamento da lombalgia que objetivam analgesia e aumento da funcionalidade. Objetivo: Analisar se os efeitos agudos da mobilização articular vertebral + estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) se diferenciam da mobilização isolada na dor, mobilidade, força e resistência da coluna lombar. Métodos: Trata-se de um estudo quantitativo, randomizado. A amostra foi de 33 indivíduos adultos com idade entre 18 a 35 anos, de ambos os sexos, formando dois grupos: Grupo Mobilização Articular (n=16) e Grupo Mobilização Articular + TENS (n=17). Os instrumentos de avaliação foram: anamnese, IPAQ, Escala Numérica de Dor, teste de Schober, dinamometria de extensão lombar, teste de Biering-Sorensen. Após aplicação dos testes (avaliação1) foi realizado um protocolo de sobrecarga lombar para induzir a exacerbação do quadro de dor lombar, e posteriormente reavaliação (avaliação 2). Por fim, foi aplicada a intervenção de cada grupo e a última reavaliação (avaliação 3). Resultados: Após as intervenções houve diferença significativa para diminuição de dor, aumento do desempenho no teste de Schober e Biering-Sorensen para ambos os grupos. Não houve diferença significativa na força muscular e na comparação dos resultados entre os grupos. Conclusão: Os dados do presente estudo, nas condições metodológicas utilizadas, permitem concluir que o desempenho musculoesquelético de adultos com dor lombar submetidos a mobilização articular vertebral melhorou em relação à dor, mobilidade e resistência muscular lombar. A aplicação de TENS não resultou em ganhos adicionais.

Resumo (inglês)

Introduction: Low back pain is a highly prevalent musculoskeletal complaint related to functional disability. Currently, numerous conservative interventions for the treatment of low back pain aim to provide analgesia and increased functionality. Objective: To analyze whether the acute effects of vertebral joint mobilization + transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS) differ from vertebral mobilization alone on pain, mobility, strength, and endurance of the lumbar spine. Methods: This is a quantitative, randomized study. The sample consisted of 33 adult individuals aged 18 and 35 years, of both sexes, forming two groups: Joint Mobilization Group (n=16) and Joint Mobilization + TENS Group (n=17). The evaluation instruments were: anamnesis, IPAQ, Numerical Pain Scale, Schober test, lumbar extension dynamometry, and Biering-Sorensen test. After applying the tests (assessment 1), a lumbar overload protocol was performed to induce the exacerbation of low back pain, and subsequently reassessment (assessment 2). Finally, the intervention of each group and the last reassessment (assessment 3) were applied. Results: After the interventions, there was a significant difference in decreased pain, and increased performance on Schober and Biering-Sorensen test for both groups. There was no significant difference in muscle strength and comparison of results between groups. Conclusion: The data from this study, under the methodological conditions used, allow us to conclude that the musculoskeletal performance of adults with low back pain submitted to a vertebral joint mobilization improved in terms of pain, mobility, and lumbar muscle endurance. TENS application did not result in additional gains.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados