Qualidade da carne e bem-estar em frangos de corte criados em ambiente enriquecido

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-01-15

Orientador

Paz, Ibiara Correia de Lima Almeida

Coorientador

Pós-graduação

Zootecnia - FMVZ

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Durante o estudo foi avaliada a efeciencia da termografia infravermelha para identificação de problemas locomotores e a utilização do enriquecimento ambiental na diminuição destes problemas e melhoria da produtividade com efeito positivo na qualidade óssea e da carne dos animais. Para isto foram utilizadas 4000 aves da linhagem Cobb® Slow, machos de um dia de idade, alojados em aviário climatizado em sistema totalmente automatizado com ventilação em pressão negativa. Para o estudo foram utilizados dois tratamentos em delineamento inteiramente casualizado: T1 - Sem Enriquecimento Ambiental (SEA) - ambiente semelhante ao encontrado em aviários comerciais (2000 aves); T2 - Com Enriquecimento Ambiental (CEA) - ambiente semelhante ao encontrado em aviários comerciais, enriquecido com fardos de feno, escadas e globo de luz giratório (2000 aves). As seguintes características foram avaliadas: para qualidade óssea, teor de matéria seca, resistência a quebra e síndrome do osso negro; para parâmetros de bem-estar, termografia, pododermatite, gait score; para miopatias, miopatias peitoral profunda, peito amadeirado e peito espaguete, e; para qualidade da carne, umidade, cinzas, perda de peso por cocção, perda de peso por pressão, pH, driploss e coloração. Para o parâmetro de gait score só foram encontradas diferenças aos 42 dias, ocorrendo menor incidência de score 1 para animais do tratamento CEA. Em relação à qualidade da carne, os animais SEA resultaram em maior índice de peito amadeirado em score 1 e para a qualidade óssea, o uso de enriquecimento ambiental diminuiu o índice Seedor e aumentou a circunferência da tíbia, mas reduziu a resistência da tíbia e do fêmur dos animais. O objetivo deste estudo foi avaliar por meio da termografia infravermelha, se o enriquecimento ambiental viabiliza a diminuição de problemas locomotores e melhora a produtividade com efeito positivo na qualidade óssea e da carne dos animais.

Resumo (inglês)

During the study, the efficiency of infrared thermography was assessed to identify locomotor problems and the use of environmental enrichment to reduce locomotor problems and improve productivity with a positive effect on bone and meat quality of animals. For the use of 4000 day-old male Cobb® Slow birds, housed in an air-conditioned aviary in a fully automated system based on negative pressure, and two longitudinal boxes delimited. Two treatments were used in a completely randomized design: T1 - Without Environmental Enrichment (SEA) - an environment similar to that found in commercial aviaries (2000 birds); T2 - With Environmental Enrichment (CEA) - an environment similar to that found in commercial aviaries, enriched with bales of hay, stairs and a rotating globe (2000 birds). The following characteristics were evaluated: for bone quality, dry matter content, resistance to breaking and black bone syndrome; for well-being parameters, thermography, pododermatitis, gait score; for myopathies, deep pectoral myopathies, woody chest and spaghetti chest, and; for meat quality, moisture, ash, cooking weight loss, pressure weight loss, pH, driploss and coloring. For the gait score parameter, differences were only found at 42 days, with less impact of score 1 for CEA treatment animals. Regarding the quality of the meat, the SEA animals resulted in a higher index of woody breast in score 1 and for bone quality, the use of environmental enrichment decreased the Seedor index and increased the circumference of the tibia, but reduced the resistance of the tibia and the animal femur. The objective of the study was to evaluate, by means of infrared thermography, whether environmental enrichment enables the reduction of locomotor problems and improves productivity with a positive effect on bone and meat quality of animals.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados