Avaliação clínica e radiográfica do tratamento endodôntico em sessão única de dentes com lesões periapicais crônicas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001-06

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The aim of this study was to evaluate the incidence of postoperative pain and the type of periapical repair, after one-appointment endodontic treatment in asymptomatic patients who presented with pulpal necrosis and radiographically visible chronic periapical lesions. For that, after biomechanical preparation through the step down followed by the step back technique, aided by copious irrigation with 5.0% sodium hypochlorite solution, the filling of the root canals was carried out through the conventional technique, with gutta-percha cones and zinc oxide-eugenol cement. In the immediate postoperative period, 16.6% of all patients presented with spontaneous pain, although the incidence of severe pain - flare-ups - was 3.3%. After twelve months, all patients were asymptomatic and free of fistula, nevertheless only 46.4% exhibited complete resolution of the radiolucent periapical areas. Therefore, in a medium term, the one-appointment endodontic treatment showed 100% of clinical success, but showed a reduced rate of radiographic success.

Resumo (português)

Este estudo teve como objetivo avaliar a incidência de dor pós-operatória e o tipo de reparação periapical, após tratamento endodôntico em sessão única, em pacientes portadores de polpa necrótica associada a áreas radiolúcidas periapicais, assintomáticos. Para tanto, após o preparo biomecânico empregando-se a técnica step down seguido por step back, auxiliada por copiosa irrigação com solução de hipoclorito de sódio a 5,0%, procedeu-se à obturação dos canais radiculares pela técnica convencional, utilizando-se cones de guta-percha e cimento à base de óxido de zinco e eugenol. No pós-operatório imediato, 16,6% dos pacientes apresentaram dor espontânea, contudo a incidência de dor do tipo severa - flare-ups foi da ordem de 3,3%. Aos doze meses, todos os pacientes estavam assintomáticos e sem fístulas, todavia, apenas 46,4% apresentaram completa resolução das áreas radiolúcidas periapicais. Portanto, a médio prazo, o tratamento endodôntico em sessão única proporcionou 100% de sucesso clínico, mas reduzido percentual de sucesso radiográfico.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Pesquisa Odontológica Brasileira. São Paulo, SP, Brazil: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, v. 15, n. 2, p. 138-144, 2001.

Itens relacionados

Financiadores

Coleções