Teste de condutividade elétrica em função do número de sementes e da quantidade de água para sementes de milheto

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (ABRATES)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Foram realizados dois experimentos, com os objetivos de estudar o efeito da correção do valor da condutividade elétrica da solução de embebição (mS cm-1 g¹) em função da condutividade da água e os efeitos do número de sementes e da quantidade de água sobre a condutividade elétrica da solução de embebição, visando o aprimoramento da metodologia deste teste na avaliação do vigor de sementes de milheto. Utilizaram-se três lotes de sementes, sendo o lote 1 representado pela cultivar Comum e os lotes 2 e 3 pela cultivar BN2. No experimento 1 foram avaliadas as condutividades elétricas de 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90 e 100 sementes do lote 1, embebidas em 100 ml de água. No experimento 2 foram estudadas as combinações de 25, 50 e 100 sementes e 50, 75 e 100 ml de água para os três lotes. Os testes de condutividade foram conduzidos à temperatura de 25ºC, com 24h de embebição. Empregou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições por tratamento. Pode-se concluir que: a condutividade da água exerce influência sobre o valor calculado da condutividade elétrica da solução de embebição de sementes de milheto, quando o valor da condutividade da solução é baixo; a utilização de 100 sementes e 100 ml de água foi a melhor combinação para a realização do teste de condutividade elétrica para as sementes de milheto, pois melhor identificou as diferenças entre os lotes.

Resumo (inglês)

Two experiments were carried out to study the correction effect of the electrical conductivity value of the imbibition solution (mS cm-1 g-1) as affected by the conductivity of the water used in the test and the effects seed number and volume of water on the electric conductivity of the imbibition solution, to improve the methodology for this test in the evaluation of pearl millet seed vigor. Three seed lots were used, lot 1 represented by cv. Comum and the lots 2 and 3 by cv. BN2. In experiment 1 the electrical conductivities of 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90 and 100 seeds of lot 1 were evaluated and placed in 100 ml distilled water. In experiment 2 the combinations of 25, 50 and 100 seeds and 50, 75 and 100 ml of water were studied for the three lots. The conductivity tests were carried out at 25 Cº, with 24h imbibition. The statistical model was the complete randomized block, with four replications for all the treatments. The conductivity of the water used in the test influenced the calculated value of the electrical conductivity of the imbibition solution for pearl millet seeds, when the value of the conductivity of the solution is low. The best combination for the electrical conductivity test for pearl millet seeds was 100 seeds and 100 ml of water, because it identified best the differences among the lots.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Sementes. Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes, v. 24, n. 2, p. 70-76, 2002.

Itens relacionados