Seleção assistida por marcadores moleculares microssatélites para resistência ao oídio em soja

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-07-25

Orientador

Mauro, Antonio Orlando Di
Trevisoli, Sandra Helena Unêda

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O oídio em soja, trata-se de uma doença praticamente presente em todos os paises produtores. Os marcadores moleculares microssatélites ou SSR (Simple Sequence Repeat) têm sido amplamente utilizados no processo de seleção assistida de genótipos de soja. Assim, o objetivo deste estudo foi obter marcadores microssatélites próximos ao gene de resistência ao oídio em soja. O estudo foi realizado em duas populações F2, oriundas de cruzamentos entre parentais contrastantes quanto à resistência ao oídio. Para o estudo, foram selecionados marcadores microssatélites a uma distância de até 42 cM ao redor do gene Rmd (resistência ao oídio). Utilizou-se o método de BSA (Bulked Segregant Analysis) na avaliação dos marcadores, para a comparação com a análise fenotípica das populações. Na análise foram utilizados dez iniciadores SSRs para as duas populações, sendo identificados quatro marcadores polimórficos para o cruzamento 1 (MGBR95-20937 x IAC-Foscarin 31) e três para o cruzamento 2 (MGBR 46/Conquista x EMBRAPA 48). Pela análise de Qui-quadrado da avaliação fenotípica, confirmou-se à segregação esperada (3:1) de um gene dominante condicionando a resistência. Os marcadores polimórficos também segregaram conforme o esperado (1:2:1) já que possuem natureza codominante. Para as populações 1 e 2, os melhores resultados foram obtidos com os marcadores Sat_366 e Sat_393, respectivamente, localizando-se a 9,41 e 12,45 cM de distância do gene, sendo considerados promissores na seleção assistida para resistência ao oidio em soja.

Resumo (inglês)

Powdery mildew in soybeans, it is a disease present in virtually all producing countries. The molecular markers microsatellites or SSR (Simple Sequence Repeat) have been widely used in the assisted selection of soybean genotypes. The objective of this study was to obtain microsatellites markers near the gene for resistance to powdery mildew in soybeans. The study was conducted in two populations F2, from crosses between contrasting parents about the resistance to powdery mildew. For the study, were selected microsatellites markers at a distance of 42 cM around the gene Rmd (resistance to powdery mildew). It was used the method of BSA (Bulked Segregant Analysis) in the evaluation of markers, for comparison with the phenotypic analysis of populations. In the analysis were used in ten initiators SSRs for the two populations, and identified four polymorphic markers for the crossing 1 (MGBR95-20937 x-IAC Foscarin 31) and three for the crossing 2 (EMBRAPA MGBR 46/Conquista x 48). For the analysis of chi-square of the phenotypic evaluation, it is confirmed the segregation expected (3:1) of a dominant gene conditioning the resistance. The polymorphic markers also segregation as expected (1:2:1) that have already codominante nature. For the populations 1 and 2, the best results were obtained with the markers Sat_366 and Sat_393, respectively, finding itself to 9.41 and 12.45 cM distance of the gene and are considered promising in assisted selection for resistance to soybean in powdery mildew.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

DEMORE, Paula dos Santos. Seleção assistida por marcadores moleculares microssatélites para resistência ao oídio em soja. 2008. ix, 45 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2008.

Itens relacionados