Herbicidas inibidores da ACCase em plantas de Cenchrus echinatus em estresse hídrico

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Univ Federal Uberlandia

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

This project aimed to relate the efficiency of control of ACCase inhibiting herbicides applied post-emergence in Cenchrus echinatus under different soil water contents. The experiments were conducted in a greenhouse, with the application of three different herbicides (fluazifop-p-butyl, haloxyfop-methyl and sethoxydim + oil Assist) and the experimental design for each herbicide was completely randomized design with four replications, consisting a 3 x 4 factorial, with the combination of water management strategies (-0.03, -0.07 and -1.5 MPa) and four doses of these products (100, 50, 25 and 0% of the recommended dose). Herbicide application was made at vegetative stage of 2-3 tillers. The water management strategies were initiated in the development stage of two leaves, replacing the water until the soil reaches the potential of -0.01 MPa, when it came to severe pre-determined for each water management. The physiological parameters evaluated were: photosynthetic rate, stomatal conductance, transpiration, leaf temperature and plant dry matter. The visual assessments of phytotoxicity were performed at 7, 14, 21 and 28 days after application. The efficiency of these herbicides was influenced by soil management and water lowest in plants grown in the minimal potential of water in the soil of -1.5 MPa. All the herbicides were unsatisfactory controls in applications late (2-3 tiller plants).

Resumo (português)

Este projeto objetivou relacionar a eficiência de controle de herbicidas inibidores da ACCase aplicados em pós-emergência em plantas de Cenchrus echinatus submetidas a diferentes teores de água no solo. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação, com a aplicação de três diferentes herbicidas (fluazifop-p-butil, haloxyfop-methyl e sethoxydim + óleo mineral Assist). O delineamento experimental utilizado para cada herbicida foi inteiramente casualizado, com 4 repetições, constituído de um fatorial 3 x 4, sendo a combinação de três manejos hídricos (-0,03; -0,07 e -1,5 MPa) e quatro doses destes produtos (100, 50, 25 e 0% da dose recomendada). A aplicação dos herbicidas foi efetuada no estádio vegetativo de 2-3 perfilhos. Os manejos hídricos foram iniciados no estádio de desenvolvimento de duas folhas, repondo-se a água até o solo atingir o potencial de -0,01 MPa, quando este chegasse à tensão pré-determinada para cada manejo hídrico. As avaliações visuais de fitotoxicidade foram realizadas aos 7, 14, 21 e 28 dias após a aplicação e a matéria seca das plantas ao final destas. A eficiência de controle dos diferentes herbicidas foi influenciada pelos manejos hídricos sendo menor em plantas mantidas em potencial mínimo de água no solo de -1,5 MPa. Todos os herbicidas testados apresentaram controles insatisfatórios em aplicações tardias (plantas com 2-3 perfilhos).

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Bioscience Journal. Uberlandia: Univ Federal Uberlandia, v. 31, n. 1, p. 96-106, 2015.

Itens relacionados

Financiadores