Efeito do transporte com dose calmante de óleo-de-cravo no comportamento alimentar e agressivo de tilápia-do-Nilo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2024-03-01

Orientador

Rodrigo Egydio Barreto

Coorientador

Pós-graduação

Aquicultura - CAUNESP 33004102049P7

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (português)

O transporte pode causar estresse e alterações comportamentais em peixes; sendo recomendado o uso de baixas concentrações de anestésicos, visando promover bem-estar. O óleo-de-cravo promove efeito calmante, mas não sabemos se reatividade ao alimento e motivação agressiva são alteradas após o transporte. Como anestésicos deprimem o sistema nervoso central, é possível considerar tais possibilidades. Assim, o objetivo do estudo foi verificar se o óleo-de-cravo pode minimizar possíveis alterações negativas após o transporte de tilápia-do-Nilo. Para isso, tilápias foram expostas a 50 mg/L ou 100 mg/L de óleo-de-cravo até atingirem anestesia (estágio II). Posteriormente, definimos a concentração calmante para o transporte. Para tal, peixes foram expostos por 2 h a 0 mg/L, 0,5 mg/L ou 5 mg/L de óleo-de-cravo. A reatividade ao toque leve foi classificada em: fuga, deslocamento e sem reação. Baseado em avaliação anterior, o transporte de tilápia foi realizado em 10 sacos plásticos (n = 6 cada) contendo 0 mg/L ou 5 mg/L de óleo-de-cravo. Após o transporte, os peixes (n = 15 / tratamento) foram mantidos individualmente em aquários de vidro para quantificação da mortalidade, comportamento alimentar e agressivo. A latência e ingestão alimentar foram avaliadas nos 4 primeiros dias; enquanto, o comportamento agressivo foi analisado no 2º dia (latência e ataques), utilizando o teste do espelho. O óleo-de-cravo não prejudicou o comportamento agressivo, porém, afetou positivamente o comportamento alimentar dos animais, pois mostraram maior motivação para se alimentar. Portanto, nossas evidências corroboram o uso seguro desse óleo, mitigando os efeitos colaterais e mantendo os comportamentos adaptativos.

Resumo (inglês)

The transport It can cause stress and behavioral changes in fishes; The use of low concentrations of anesthetics is recommended to promote well-being. Clove oil promotes calming effect, but we do not know whether food reactivity and aggressive motivation are altered after transport. Since anesthetics depress the central nervous system, it is possible to consider such possibilities. Thus, the objective of the study was to verify whether clove oil can minimize possible negative changes after transporting Nile tilapia. For this, tilapia were exposed to 50 mg/L or 100 mg/L of clove oil until they reached anesthesia (stage II). Afterwards, we set the calming concentration for transport. To this end, fish were exposed for 2 h to 0 mg/L, 0.5 mg/L or 5 mg/L of clove oil. Reactivity to light touch was classified as: escape, displacement and no reaction. Based on a previous evaluation, tilapia was transported in 10 plastic bags (n = 6 each) containing 0 mg/L or 5 mg/L of clove oil. After transport, fish (n = 15/treatment) were kept individually in glass aquaria to quantify mortality, feeding and aggressive behavior. Latency and food intake were assessed in the first 4 days; while, aggressive behavior was analyzed on the 2nd day (latency and attacks), using the mirror test. Clove oil did not harm aggressive behavior, however, it positively affected the animals' eating behavior, as they showed greater motivation to eat. Therefore, our evidence supports the safe use of this oil, mitigating side effects and maintaining adaptive behaviors.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

VASCONCELOS, G. T. - Efeito do transporte com dose calmante de óleo-de-cravo no comportamento alimentar e agressivo de tilápia-do-Nilo - 2024, 129f - Tesse (Doutorado em Aquicultura) - Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2024.

Itens relacionados