A hierarquia e a discrepância nas relações entre profissionais da saúde no contexto hospitalar brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-04-28

Orientador

Moraes, Erika de

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Comunicação Social - FAAC

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

This research aims to propose the discussion about the existence of discrimination between professionals between health professionals in the Brazilian hospital, and to identify a appreciation of the medical professionals, powered by society and by the hospital structure in detriment of non-medical professionals. For this, we will begin from the hypothesis that non-medical health professionals may eventually beless recognized by society than the doctors. From this analysis, we aim to understand how these conflicting relationships can help to explain the current context of the Brazilian health

Resumo (português)

Esta pesquisa tem o intuito de levantar a discussão sobre a existência de uma discriminação entre profissionais da área da saúde no contexto hospitalar brasileiro, bem como apontar uma valorização de profissionais médicos, alimentada pela sociedade e pela própria estrutura hospitalar, em detrimento de profissionais não médicos. Para isso, partimos da hipótese de que os profissionais da saúde não médicos podem, eventualmente, ser menos reconhecidos pela sociedade em relação aos médicos. A partir dessa análise, pretendemos entender de que forma essas relações podem contribuir para explicar o atual contexto da saúde brasileira

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SUMIDA, Jéssica Sumie. A hierarquia e a discrepância nas relações entre profissionais da saúde no contexto hospitalar brasileiro. 2015. . Trabalho de Conclusão de Curso (bacharel em Comunicação Social - habilitação em Jornalismo) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, 2015.

Financiadores