Teor e acúmulo de nutrientes no feijoeiro em função da aplicação de bioestimulante

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The biostimulants may change the nutrient uptake as it can alter plant development and growth. However, few studies have related the nutrition of the common bean plant with the application of these products. The aim was to evaluate the effects of forms and times of a biostimulant (cytokinin, indolbutyric acid and gibberellic acid) application on nutrient concentration and accumulation (N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Mn, Zn and B) by common bean cultivar Pérola. The treatments were: Control (without application); TS - 250 mL ha-1 seed treatment; V4 - 250 mL ha-1 foliar spray in V4 stage; R5 - 250 mL ha-1 foliar spray in R5 stage; TS+V4 - 250 mL ha-1 in TS + 250 mL ha-1 in V4 ; TS+R5 - 250 mL ha-1 in TS + 250 mL ha-1 in R5 ; V4 +R5 - 250 mL ha-1 in V4 + 250 mL ha-1 in R5 , and TS+V4 +R5 - 250 mL ha-1 in TS + 250 mL ha-1 in V4 + 250 mL ha-1 in R5 . Biostimulant application by seed, with or without foliar application, increases the content and N accumulation in shoots of bean. Biostimulant treatments promote positive results on content and accumulation of K, Mg, Ca, and S, particularly when applied on the seed and/or by foliar spraying in V4 and R5 . Inconsistent results were observed in micronutrient content and accumulation when biostimulant was applied both on the seed or this in association with foliar application.

Resumo (português)

Por alterar o desenvolvimento e crescimento vegetal, os bioestimulantes também podem interferir na absorção de nutrientes. Contudo, são escassos os trabalhos que tenham abordado aspectos nutricionais da cultura do feijão relacionados à aplicação destes produtos. Objetivou-se avaliar o efeito de formas e épocas de aplicação de um bioestimulante (citocinina, ácido indolbutírico e ácido giberélico) no teor e acúmulo de nutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Mn, Zn e B ) na parte aérea do feijoeiro cultivar Pérola. Os tratamentos foram: Testemunha (sem aplicação); TS – 250 mL ha-1 em tratamento de semente (TS); V4 – 250 mL ha-1 via pulverização foliar em V4 ; R5 – 250 mL ha-1 via pulverização foliar em R5 ; TS+V4 – 250 mL ha-1 em TS + 250 mL ha-1 em V4 ; TS+R5 – 250 mL ha-1 em TS + 250 mL ha-1 em R5 ; V4 +R5 – 250 mL ha-1 em V4 + 250 mL ha-1 em R5 e TS+V4 +R5 – 250 mL ha-1 em TS + 250 mL ha-1 em V4 + 250 mL ha-1 em R5 . A aplicação do bioestimulante via semente, associada ou não à aplicação foliar, incrementa o teor e acúmulo de N na parte aérea do feijoeiro. Tratamentos com o bioestimulante promovem resultados positivos quanto ao teor e acúmulo de K, Mg, Ca e S, principalmente quando aplicado, via semente e/ou foliar, nos estádios V4 e R5 . Resultados inconsistentes são observados no teor e acúmulo de micronutrientes quando foi realizada a aplicação de bioestimulante tanto via semente quanto na associação deste com a aplicação via pulverização foliar.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Semina. Ciências Agrárias, v. 35, n. 4, p. 2259-2272, 2014.

Itens relacionados