Lodo de esgoto como substrato para o chrysanthemum junier

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-05-07

Orientador

Filho, Hélio Grassi

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O crisântemo é comumente utilizado em decoração devido à sua variedade de cores e durabilidade de inflorescência. Como todas as plantas de vasos, é necessária a utilização de substrato para sua produção, material o qual apresenta muitas vezes elevado custo, pesquisas apontam a possibilidade de utilização de lodo de esgoto como parte deste substrato. Concomitantemente à crescente urbanização que tem como uma das consequências o aumento do volume de lodo de esgoto e outros resíduos, para reduzir os impactos ambientais, vários estudos estão sendo feitos visando à destinação adequada destes resíduos. Uma das saídas verificadas se dá pela aplicação deste resíduo em plantas, porém, com isso, surgem novas problemáticas, uma delas a dosagem. A proposta da presente tese é a utilização do lodo de esgoto como substrato para a espécie Chrysanthemum Junier, visando à determinação da melhor dose para certas características agronômicas. O delineamento experimental foi em blocos casualizados e esquema fatorial (2x4x4) e em adição nula e apenas lodo, ou seja, dois períodos, 4 tratamentos, sendo: T1: Solo + lodo; T2: areia + lodo; T3: solo + casca de pinus + lodo; T4: solo + areia + lodo, em 4 diferentes doses, sendo estas doses de 20%, 40%, 60%, 80% (do peso do vaso) de lodo no substrato, além de TN: tratamento nulo (sem adição de lodo) e T5 (apenas lodo). O experimento foi conduzido em ambiente protegido, na fazenda experimental do Lageado, pertencente à Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP no Campus de Botucatu/ SP. O sistema de irrigação utilizado foi o gotejamento sem adição de nutrientes. As técnicas estatísticas utilizadas foram: análise descritiva dos dados e de variância, análise de regressão, teste de Tukey e Teste T. Foi possível verificar que as doses 60% e 80% de lodo de esgoto compostado proporcionaram resultados significativos no número de botões.

Resumo (português)

Chrysanthemum is commonly used as decoration due to its variety of colors and durability of inflorescence. As all potted plats, it is necessary to use substrate for their production, which is often expensive, so, research suggests the possibility of using sewage sludge as part of this substrate. Concomitantly, with the increasing urbanization that has as one of the consequences the increase of the volume of sewage sludge and other residues, in order to reduce the environmental impacts, several studies are being elaborated aiming the proper destination of this waste. One of the verified possibility is the application of this residue in plants, however, with this, new problems arise, one of them the dosage. The present thesis proposes the use of sewage sludge as a substrate for the Chrysanthemum Junier species, in order to determine the best dose for certain agronomic characteristics. The experimental design was in a randomized complete block and factorial scheme (2x4x4) and in null addition in only sludge, that is, two periods, 5 treatments, being: T1: Soil + sludge; T2: sand + sludge; T3: soil + pine bark + sludge; T4: soil + sand + sludge in 4 different doses, these doses being 20%, 40%, 60%, 80% (vessel weight) of sludge in the substrate, with a TN: null treatment (without addition of sludge) and a T5 (only sludge) addition. The experiment was conducted in a protected environment, at the experimental farm of Lageado, belonging to the Faculty of Agronomic Sciences of UNESP at Campus of Botucatu / SP. The irrigation system adopted was the drip without adding nutrients. The statistical techniques used were: descriptive analysis of data and variance, regression analysis, Tukey test and T test. It was possible to verify that the 60% and 80% doses of composted sewage sludge provided significant results in the number of buds.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados