Medicinal plants used by "Passo da Ilha" rural community in the city of Pato Branco, southern Brazil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-12-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Academia Brasileira de Ciências

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo deste trabalho foi resgatar e documentar o conhecimento popular referente às plantas medicinais utilizadas na comunidade rural do Passo da Ilha, em Pato Branco-PR (26° 11' S, 52°36' W e 760 m de altitude). Optou-se por utilizar o modelo de entrevista estruturada com 16 informantes, os quais possuíam o conhecimento sobre o uso das plantas medicinais em suas famílias. O período da realização das entrevistas foi de outubro a dezembro de 2000. As plantas foram coletadas no campo, identificadas e vouchers foram depositados no Herbário Irina Delanova de Gemtchjnicov (BOTU) da Universidade Estadual Paulista, em Botucatu-SP. Foram identificadas 47 famílias botânicas e 114 espécies de plantas medicinais. Estas plantas foram indicadas para mais de 30 usos medicinais diferentes. A comunidade é composta na maioria por descendentes de europeus, justificando a presença de muitas plantas exóticas. O domínio do uso das plantas é feminino, porém o conhecimento é menor nas gerações mais novas, denotando um processo de erosão cultural.

Resumo (inglês)

The scope of this work was to rescue and document the traditional knowledge regarding the medicinal plants used by Passo da Ilha rural community, in Pato Branco, Paraná State, Southern Brazil (26° 11' S, 52°36' W and 760 m high). Structured interviews were made in field research with 16 informants who had the traditional knowledge about medicinal plants. The research was carried out from October to December 2000. The plants were collected in the field, identified and their vouchers were housed at the Herbarium Irina Delanova de Gemtchjnicov (BOTU) of São Paulo State University, in Botucatu. A total of 47 botanical families and 114 species of medicinal plants were identified. These plants ere suitable for ore than 30 different edicinal uses. The residents are mainly of European descent, which justify the presence of many exotic plants. The knowledge on how to use medicinal plants properly is held mainly by the females, and decreases in the newer generations, denoting cultural erosion in progress.

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Anais da Academia Brasileira de Ciências. Academia Brasileira de Ciências, v. 81, n. 4, p. 691-700, 2009.

Itens relacionados

Financiadores