Efeito da fragmentação no metabolismo energético e nível trófico em duas espécies de morcegos frugívoros, Artibeus lituratus e Carollia perspicillata (Chiroptera: Phyllostomidae)

dc.contributor.advisorNeto, Ariovaldo Pereira da Cruz [UNESP]
dc.contributor.authorMuñoz-Lazo, Fernando Julio João [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-08-13T14:50:54Z
dc.date.available2014-08-13T14:50:54Z
dc.date.issued2013-12-19
dc.description.abstractWe estimated the relative contribution of fruits and insects as protein source in the diet of two species of frugivorous bats (Artibeus lituratus and Carollia perspicillata) through the use of stable isotopes of carbon (13C) and nitrogen (15N). The contribution of insects as protein source in the diet was prevalent in both species. In A. lituratus, the contribution of insects was 95 percent in fragmented area, and 75 percent in continuous area. However, in C. perspicilllata, the contribution of insects was 85 percent in fragmented area, and 98 percent in continuous area. In spite of differences in the trophic level between A. lituratus and C. perspicilllata, they are very similar to each other, indicating that both species are found in the same trophic position along the food chain. For each species have been tested 15 mathematical models to determine whether basal metabolic rate (BMR) is explained by body mass, trophic level, net primary productivity and temperature. In A. lituratus, four models were mathematically plausible in explaining the basal metabolic rate, two of these models explained TMB in terms of net primary productivity, and trophic level. In C. perspicillata, two models explained the TMB, one of these models explained TMB in terms of body mass, net primary productivity, and ambient temperature. Our result seems to support the food habits hypotheses in A. lituratus and C. perspicilllataen
dc.description.abstractNós estimamos a contribuição relativa de frutos e insetos como fonte de proteína na dieta de duas espécies de morcegos frugívoros (Artibeus lituratus e Carollia perspicillata) mediante o uso de isótopos estáveis de carbono (13C) e nitrogênio (15N). A contribuição de insetos como fonte de proteína na dieta foi predominante em ambas às espécies. Em A. lituratus, a contribuição de insetos foi de 95% na área fragmentada, e 75% na área contínua. No entanto, em C. perspicilllata, a contribuição de insetos foi de 85% na área fragmentada e 98% na área contínua. O nível trófico foi significativamente diferente entre A. lituratus e C. perspicilllata. A pesar da diferencia entre as duas espécies, os mesmos são muito semelhantes entre si, indicando que ambas as espécies se localizam na mesma posição trófica ao longo da cadeia alimentar. Para cada espécie estudada foram testados quinze modelos matemáticos concorrentes para determinar se a taxa metabólica basal (TMB) é explicada pela massa do corpo, nível trófico, produtividade primária liquida e temperatura do ambiente. Em A. lituratus, quatro modelos foram matematicamente plausíveis em explicar a taxa metabólica basal, dois desses modelos explicaram TMB em termos de produtividade primária liquida, e nível trófico. Em C. perspicillata, dois modelos explicaram a TMB, um desses modelos explicaram TMB em termos de massa do corpo, produtividade primária liquida, e temperatura ambiental. Nossos resultados parecem suportar a hipóteses do habito alimentar em A. lituratus e C. perspicillatapt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 11/08959-0
dc.description.sponsorshipIdCNPq: 130941/2011-5
dc.format.extent56 f. : il., tabs.
dc.identifier.aleph000766799
dc.identifier.capes33004137003P3
dc.identifier.citationMUÑOZ-LAZO, Fernando Julio João. Efeito da fragmentação no metabolismo energético e nível trófico em duas espécies de morcegos frugívoros, Artibeus lituratus e Carollia perspicillata (Chiroptera: Phyllostomidae). 2013. 56 f. Dissertação - (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2013.
dc.identifier.file000766799.pdf
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/108741
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectBatspt
dc.subjectMorcegopt
dc.subjectMetabolismo energeticopt
dc.subjectAnimais frugivorospt
dc.subjectEcofisiologiapt
dc.subjectIsótopos estáveispt
dc.subjectCarollia perspicillatapt
dc.subjectProdutividade primariapt
dc.titleEfeito da fragmentação no metabolismo energético e nível trófico em duas espécies de morcegos frugívoros, Artibeus lituratus e Carollia perspicillata (Chiroptera: Phyllostomidae)pt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.advisor.lattes5758081094133626[1]
unesp.advisor.orcid0000-0001-5270-7276[1]
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências, Rio Claropt
unesp.graduateProgramCiências Biológicas (Zoologia) - IBRCpt
unesp.knowledgeAreaZoologiapt
unesp.researchAreaEcofisiologia da conservaçãopt
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
000766799.pdf
Tamanho:
774.02 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format