Aspectos bioecológicos e manejo de Stegasta bosqueella (Chambers, 1875) (Lepidoptera: Gelechiidae) na cultura do amendoim com uso de atrativo alimentar para adultos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-07-27

Orientador

Fernandes, Odair Aparecido

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Stegasta bosqueella (Chambers) é uma das principais pragas da cultura do amendoim. O controle dessa praga é baseado em pulverizações calendarizadas que são realizadas para controlar outras pragas-chave e doenças fúngicas. Os experimentos foram conduzidos em campo e em laboratório com o objetivo de aprimorar o monitoramento e controle dos adultos de S. bosqueella utilizando o atrativo alimentar Noctovi® e avaliar o parasitismo dos parasitoides de ovos Telenomus remus Nixon e Trichogramma pretiosum Riley sobre lepidópteros-praga do amendoim. Armadilhas contendo atrativos alimentares para adultos são eficazes para avaliar a flutuação populacional de S. bosqueella. A mistura do atrativo alimentar com inseticida é eficiente no controle de adultos de S. bosqueella. No entanto, seu uso como ferramenta de controle no Manejo Integrado de Pragas (MIP) precisa ser melhorado. Os parasitoides de ovos T. remus e T. pretiosum não parasitam ovos de S. bosqueella, mas são eficientes sob ovos de Spodoptera cosmioides e Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae), que também ocorrem na cultura do amendoim. Além disso, aspectos bioecológicos de S. bosqueella também foram obtidos e devem auxiliar no aprimoramento do programa de MIP-Amendoim.

Resumo (inglês)

Stegasta bosqueella (Chambers) is a key pest of peanut. The control of such a pest is based on scheduled sprays applied to control other key insect pests and fungi diseases. Experiments were carried out in field and laboratory conditions with the objective to improve sampling and control of S. bosqueella adults using the food attractant Noctovi® and to evaluate the parasitism of the parasitoids Telenomus remus Nixon and Trichogramma pretiosum Riley on lepidopterous pests of peanut. Traps containing food attractants for adults are effective for evaluating the population fluctuation of S. bosqueella. The mixture of food attractant and insecticide is efficient to control S. bosqueella adults. However, its use as a control tool in Integrated Pest Management (IPM) needs to be improved. The egg parasitoids T. remus and T. pretiosum do not parasite eggs of S. bosqueella but they are efficient on Spodoptera cosmioides and Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) eggs, which also occur in the peanut crop. Moreover, some bioecological aspects of S. bosqueella were also obtained and should help enhance the Peanut IPM program.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados