Espaços verdes urbanos: análise multimétodos para a valorização

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-02-23

Autores

Mattos, Karina Andrade [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A presente pesquisa propõe a análise multimétodos dos espaços verdes urbanos das cidades de Botucatu e Bauru, a fim de valorizá-los. A criação e manutenção de espaços verdes urbanos proporcionam inúmeros benefícios, contudo, tais espaços só se tornam relevantes à vida urbana quando objeto de políticas, programas e projetos públicos bem sucedidos. Nota-se que a partir do final do século XX e início do século XXI, uma consciência em relação à importância desses espaços começou a emergir, tanto por parte da administração pública como da população. No entanto, diante da conjuntura contemporânea baseada na multifuncionalidade dos espaços verdes, na maioria das vezes as ações dos planejadores e administradores não coincidem com as necessidades dos cidadãos. Assim, entender como as diferentes instâncias da sociedade avaliam os benefícios associados a esses espaços, considerando os fatores sociais, culturais, territoriais e políticos do meio, torna-se fundamental para o desenvolvimento e aplicação de estratégias e políticas públicas urbanas participativas e eficientes. Dessa forma, nosso objetivo é verificar se os benefícios dos espaços verdes são igualmente classificados pela população em diferentes áreas urbanas, apresentando divergências ou influências das particularidades locais, e se os benefícios atribuídos pelos cidadãos têm o mesmo valor que os destacados pelas políticas públicas municipais. Para isso, a metodologia adotada inclui diferentes materiais e métodos: pesquisa bibliográfica e documental, estudos de campo, cartografia, entrevistas e o método Best-Worst Scaling (BWS). Os resultados direcionam para três principais constatações: primeiro, que há uma hierarquização dos benefícios dos espaços verdes e que, apesar das diferenças, existe uma semelhança entre a classificação das duas cidades; segundo, que, em Botucatu, a percepção dos cidadãos vai de encontro com as medidas adotadas pela gestão pública municipal; e terceiro, que pesquisas desta natureza são fundamentais para a valorização dos espaços verdes urbanos.
The present research proposes the multi-method analysis of the urban green spaces in Botucatu and Bauru cities, in order to valorize them. The creation and maintenance of urban green spaces provide innumerous benefits, however, such spaces only become relevant to urban life when object of successful politics, programs and public projects. It is noticed that from the end of the twentieth century and early of twenty-first century, a conscience in relation to importance of these spaces began emerging, as much in the public management as in the population. Therefore, in face of the contemporary conjuncture based on the multifunctionality of the green spaces, mostly the action of the planners and managers do not coincide with the necessities of the citizens. Thus, to understand how the different instances of society evaluate the benefits associated to these spaces, considering the social, cultural, territorial and political facts of the place, it is fundamental to the development and application of the participative and efficient strategies and urban public policies. This way, our objective is to verify if the benefits of the urban green spaces are equally classified by the population in different urban areas, presenting divergences or influences of the local particularities, and if the benefits attributed by citizens have the same value that the detailed by the municipal public policies. For this, the methodology adopted includes different materials and methods: bibliographic and documentary research, field studies, cartography, interviews and the method Best-Worst Scaling (BWS). The results point to three main findings: first, that there is a ranking of the benefits in the green spaces and that, in spite of the difference, there is a similarity between the classifications of the two cities; second, that, in Botucatu the citizens’ perception meet the measure adopted by the municipal public management; and third, that researches of this nature are fundamental to the valuation of the urban green spaces.

Descrição

Palavras-chave

Espaços verdes urbanos, Benefícios dos espaços verdes urbanos, Políticas públicas para espaços verdes, Análise multimétodos, Urban green spaces, Benefits of urban green spaces, Public politics to green spaces, Multi-method analysis

Como citar