Grêmio estudantil e fronteiras de exclusão: emancipação juvenil e novas territorialidades na educação básica no município de São Paulo-SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-11-01

Orientador

Maia, Diego Corrêa

Coorientador

Pós-graduação

Geografia - IGCE 33004137004P0

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Esta pesquisa de Doutorado em Geografia tem como objetivo geral analisar de maneira crítica as (des) territorialidades dos grêmios estudantis, bem como seu funcionamento e organização no cotidiano das unidades. Como objetivos específicos, procuramos elaborar uma reflexão teórica acerca dos conceitos de esperança, práxis, política e o princípio do comum como a base para a construção dos grêmios estudantis; estabelecer um levantamento sobre os marcos legais e históricos do grêmio estudantil em escala nacional e local, com destaque para o município de São Paulo – SP; criar uma interface possível entre a Geografia e os Grêmios Estudantis e, finalmente e apresentar e refletir de maneira crítica sobre as múltiplas realidades que envolvem o processo de construção e resistência de um grêmio estudantil a partir de uma unidade escolar. O problema da pesquisa pode ser compreendido com a seguinte questão: Os grêmios estudantis conseguem se expandir enquanto coletivo nos territórios educacionais de maneira plena? Se não, quais são os obstáculos que contribuem para a não efetivação do projeto nas unidades escolares? Operamos com a hipótese de que as políticas educacionais são elaboradas nos dias atuais como uma tentativa de desconstrução dos movimentos estudantis, bem como a inserção plena destes jovens no mundo do trabalho precarizado com uma visão mecanicista, inconsistente e pouco reflexiva. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e estudo de caso, baseados na investigação qualitativa, no qual exige a combinação de recolha de dados, bem como sua análise. Primeiro os questionários abertos e/ou fechados, em seguida as entrevistas e por fim, as considerações finais sobre os resultados encontrados em campo. Como resultado, temos que os grêmios estudantis das escolas municipais da São Paulo a partir do estudo de caso, não funcionam de maneira plena por conta das consequências da pandemia da COVID-19, alienação espacial provocada pelo mundo do trabalho precarizado, as políticas neoliberais que precarizam a participação dos alunos e por fim, a truculência da gestão escolar.

Resumo (inglês)

This Doctorate in Geography research was to analyze the (dis)territorialities of student council, as well as their functioning and organization in the daily life of the units. As specific objectives, we elaborate a theoretical reflection about the concepts of hope, praxis, politics and common principle as a basis for the construction of student council; establish a survey on the legal and historical frameworks of the student council on a national and local scale, with emphasis on the municipality of São Paulo - SP; in order to create a possible interface between Geography and Student Council and, finally, to present and reflect on the multiple realities that involve the process of construction and resistance of a student council from a school unit. The research problem can be understood with the following question: Are student council able to fully expand as collectives in educational territories? If not, what are the obstacles that prevented the project from being carried out in the school units? We operate with the hypothesis that educational policies are elaborated nowadays as an attempt to deconstruct student movements, as well as the full insertion of these young people in the world of work: a mechanistic, inconsistent and little critical-reflexive vision. The methodology used was bibliographical research, documentary research and studies case based on qualitative research, which requires the combination of data collection, as well as its analysis. First the open and/or closed questionnaires, then the interviews and the final considerations about the results found. As a result, we have that the student council of the municipal schools of São Paulo from the case study, do not function fully due to the consequences of the COVID-19 pandemic, spatial alienation caused by the world of work, the neoliberal policies that make precarious student participation and finally, the truculence of school management.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados