Absorção/adsorção de cádmio, cromo e chumbo por Agaricus blazei

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-05-03

Orientador

Angelis, Dejanira de Franceschi de

Coorientador

Pós-graduação

Ciências Biológicas (Microbiologia Aplicada) - IBRC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Agaricus blazei é uma das espécies de fungo do grupo basidiomiceto nativo do Brasil, popularmente conhecido como cogumelo-do-sol®. O Brasil é considerado um grande fornecedor desse fungo para o mercado internacional cujos padrões de qualidade são bastante restritivos em relação à concentração de metais pesados, principalmente cádmio. Esse fungo possui propriedades medicinais e seus cogumelos são consumidos por grande número de pessoas que procuram melhorar a qualidade de vida. O trabalho objetivou estudar o acúmulo de cádmio, cromo e chumbo por A. blazei. Foram realizados 3 experimentos, utilizando 2 tipos de composto e 3 tipos de solo para cobertura. O fungo foi cultivado em sacos de plástico preto contendo no fundo o composto inoculado, tendo como cobertura diferentes tipos de solo. O solo e o composto foram analisados para quantificação de Cd, Cr, Pb por espectrometria de absorção atômica, propriedades físicas e químicas (Instituto Campineiro de Análise de Solo e Adubo ICASA). Além das quantias de metais encontradas no solo e no composto foram adicionados 66 mg de cloreto de cádmio, 132 mg de sulfato de cromo e 12 mg de nitrato de chumbo ao solo de cobertura. Após a frutificação, os basidiocarpos foram analisados para quantificar proteínas, aminoácidos, metais pesados e identificação de modificações protéicas por espectroscopia de infravermelho (FTIR). O resultado das análises demonstrou que havia acúmulo de metais pesados nos basidiocarpos, ocorrendo maior percentual nos contaminados com cádmio.Além disso, detectou-se nos basidiocarpos contaminados menor teor de proteínas. Através de FTIR não foi possível detectar alterações nas proteínas nos basidiocarpos analisados.

Resumo (inglês)

Agaricus blazei is a basidiomycete fungus native from Brazil and popularly known as Cogumelo-do-sol® the sun-mushroom. Brazil is a supplier of this edible mushroom to international markets to which quality standards are very restrictive regarding the concentration of heavy metals, especially cadmium. This fungus exhibits medicinal properties and its fruiting bodies are consumed by a large number of people that seek to improve life quality. The objective of this work was to study the accumulation of cadmium, chromium and lead by A. blazei. Three experiments were made using two composts and three types of covering soil. The fungus was cultivated in black plastic bags contend in the deep inoculated compost and as covering different types of soils. The soil and the compost were analyzed to determine the amount of heavy metals: Cd, Cr and Pb by atomic absorption spectrophotometer, and physical and chemical properties (ICASA). Besides the metal found in the soil and compost, 66 mg of cadmium chloride, 132 mg of chromium sulfate and 12 mg of lead nitrate were also added to the covering soil. After fructification, the fruiting bodies were analyzed to measure the amount of raw proteins, amino acids, heavy metals and proteinic modifications for Spectroscopy of Infra Red (FTIR). The analyses of results showed accumulation of heavy metals in fruiting bodies, occurring a higher percentage in fruiting bodies contaminated of cadmium. Furthermore detected in contaminated fruiting bodies a less drift of raw proteins. Through FTIR was not possible to detect alteration in proteins of fruiting bodies analyzed.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

BALDISSERA, Bruna Letícia. Absorção/adsorção de cádmio, cromo e chumbo por Agaricus blazei. 2007. 92 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2007.

Itens relacionados