Efeito de treinamento de saltos verticais e do destreinamento sobre a expressão gênica de vias energéticas da musculatura esquelética de ratos Wistar induzidos à obesidade

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-08-22

Orientador

Seraphim, Patrícia Monteiro

Coorientador

Pós-graduação

Fisioterapia - FCT

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Changes in the pattern of feed in the increased sedentary lifestyle in modern society has become a matter of public health. A measure to mitigate the positive energy balance would be the practice of physical excercise, be with an emphasis on training weights, such as a method used to improve the anaerobic performance. The objective of the present study was to investigate the variables lactacidêmicas answers to body composition after chronic training in Wistar rats submitted to two models of high-intensity intermittent training to select the best training model and after to evaluate the effect of training and detraining about the genes expression of energy metabolism in skeletal muscle of Wistar rats. Ninety-six Wistar rats weighing 250 g remained in vivarium in plastic cages collective, with cycle day and night and temperature controlled, divided into six groups (n 7 animals per group). S - sedentary, E1 - exercise 1, E2 - exercise 2, ration fed to rodents, OS - Obese Sedentary, OE1 - Obeso Exercise 1, OE2 - Obeso Exercise 2, fed with high-fat diet. D - Rats exercised and untrained fed on standard ration. S5 - Sedentary Mice of five months old, fed with standard ration. Od - Induced Obesity Rats, exercised and untrained. O5 - five-month-old Rats induced obesity and sedentary. E1, OE1 groups trained with protocol proposed by Tamaki 1992 and groups E2...

Resumo (português)

Mudanças no padrão alimentar e aumento do sedentarismo na sociedade moderna se tornou uma questão de saúde pública. Uma medida cabível para atenuar o balanço energético positivo seria a prática de treinamento físico, destacando-se o treinamento resistido como um método utilizado para melhorar o desempenho anaeróbico. O objetivo do presente estudo foi investigar respostas lactacidêmicas e composição corporal após treinamento crônico em ratos Wistar submetidos a dois modelos de treinamento intermitente de alta intensidade e após a verificação avaliar o efeito do treinamento e do destreinamento sobre a expressão de genes do metabolismo energético em músculo esquelético de ratos Wistar. Foram utilizados noventa e seis ratos Wistar divididos em duas levas, pesando 250g mantidos em biotério em gaiolas plásticas coletivas, temperatura e ciclo claro/escuro controlados, divididos em seis grupos (n=7 animais por grupo): S=sedentário, E1=Exercitado1, E2=Exercitado2, alimentados com ração para roedores, OS=Induzido à obesidade, OE1=Obeso exercitado1, OE2=Obeso exercitado2, alimentados com dieta hiperlipídica. D - Ratos exercitados e destreinados alimentados com ração padrão. S5 - Ratos sedentários de cinco meses de idade, alimentados com ração padrão. OD - Ratos induzidos à obesidade, exercitados e destreinados. O5 - Ratos de cinco meses de idade induzidos à obesidade e sedentários. Grupos E1, OE1 treinados com protocolo proposto por Tamaki 1992 e grupos E2 e OE2 treinados com protocolo proposto por Tamaki 1992 com modificações. Para determinação da intensidade do estímulo foi utilizado um lactimetro Yellow Spring 1500. Para a quantificação dos genes a técnica utilizada foi RT-PCR. Anova one way e teste t de student foram utilizados para analisar as diferenças estatísticas entre os grupos. Valores de p inferiores a 5% foram considerados significativos...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

AGOSTINI, Lucas. Efeito de treinamento de saltos verticais e do destreinamento sobre a expressão gênica de vias energéticas da musculatura esquelética de ratos Wistar induzidos à obesidade. 2014. xx, 86 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2014.

Financiadores