Ocorrência de viroses em mandioquinha-salsa (Arracacia xanthorrhiza brancroft) nas principais regiões produtoras do Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-04-07

Orientador

Pavan, Marcelo Agenor
Sakate, Renate Krause

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A mandioquinha-salsa (Arracacia xanthorrhiza Bancroft) é uma hortaliça originária da região andina, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia. A família das apiáceas compreende também outras hortaliças importantes, como cenoura, salsa, coentro, aipo, dentre outras. A mandioquinha-salsa é propagada de forma vegetativa através dos propágulos, e isso pode favorecer a ocorrência de um número considerável de patógenos que causam degenerescência, principalmente os vírus. Está comprovado que alguns vírus são fator limitante em culturas de propagação vegetativa. Portanto, o presente trabalho teve como objetivos avaliar por meio de métodos sorológico e molecular 241 amostras oriundas de diferentes localidades, a fim de fazer um estudo de ocorrência e predominância das espécies virais e verificar a variabilidade biológica dos isolados encontrados por meio de transmissão por extratos vegetais. A detecção foi realizada através de Enzyme linked immunossorbent assay (ELISA) utilizando antissoro comercial anti-poty para o gênero Potyvirus. Para a análise da variabilidade, foram desenhados 2 oligonucleotídeos para amplificar a região codificadora da proteína capsidial para o gênero Cheravirus, e para a detecção de potyvirus e nepovirus, oligonucleotídeos foram obtidos da literatura. No estudo foi possível detectar a espécie Arracacha motlle virus do gênero Potyvirus, coletadas nos estados de Goiás, Minas Gerais, Brasília e Paraná. Os demais vírus testados não foram identificados em nenhuma das amostras analisadas. Além desses testes de identificação, ainda foi realizada microscopia eletrônica de transmissão em seis amostras, das quais duas foi possível a identificação de potyvirus. O teste de gama de hospedeiras foi realizado e mostrou que o AMoV tem gama de hospedeiras bastante restrita, sendo possível infectar somente três de nove espécies testadas...

Resumo (inglês)

Arracacha (Arracacia xanthorrhiza Bancroft) is a vegetable crop of the Andean region, formed by Venezuela, Colombia, Ecuador, Peru and Bolivia. The Apiacea family also have other important vegetable crops such as carrots, parsley, cilantro, celery, among others. Arracacha is propagated vegetatively and this can favor the occurrence of a considerable number of pathogens that cause degeneration, especially viruses. Some viruses are a limiting factor in vegetatively propagated crops. Therefore, the present study aimed to evaluate by serological and molecular methods 241 samples from different localities in order to verify the occurrence and predominance of the viruses species and verify the biological variability by sap inoculation. The detection was performed using enzyme-linked immunossorbent assay (ELISA) technique, using commercial antiserum against-potyvirus. For variability analysis, primers were designed to amplify the coding region of the coat protein for the 4 genus Cheravirus, and oligonucleotides were obtained from literature for the detection of the genus potyvirus and nepovirus, . It was possible to detect Arracacha mottle virus, from genus Potyvirus, in the states of Goiás, Minas Gerais, Brasilia and Paraná. The others viruses tested were not identified in the collected samples. Six samples were analysed by electron microscopy, and the potyvirus were identified only in two samples. The host range was restricted, infecting only three species of nine tested. The nucleotide identity ranged from 96% to 99%, between collected samples and sequence from GenBank (acess DQ925486), showing low genetic variability among them

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SOUSA, Cristiane Melo de. Ocorrência de viroses em mandioquinha-salsa (Arracacia xanthorrhiza brancroft) nas principais regiões produtoras do Brasil. 2014. ix, 56 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” , Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2014.

Itens relacionados

Financiadores