Exposição ocupacional a vibração de corpo inteiro: abordagem da jornada diária dos operadores de grapple skidder

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-08-29

Autores

Lima, Roldão Carlos Andrade [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O grapple skidder é a máquina florestal autopropelida que atua no arraste de feixes de árvores, comumente empregada no sistema full tree, também chamado de sistema de toras longas. O deslocamento dessa máquina pode expor os operadores a riscos ocupacionais de origem física, dentre os quais destaca-se a vibração de corpo inteiro. Todavia, a mensuração deste agente de risco não possui uma padronização do tempo de coleta de dados, os quais são realizados por períodos aproximados de 30 minutos, desconsiderando o tempo da jornada diária de trabalho. Diante disso, o primeiro capítulo aborda, por meio de um estudo piloto, se a exposição ocupacional a vibração de corpo inteiro, transmitida a operadores de grapple skidder, com tempos de mensurações distintos, estão em conformidade com a diretriz para fins prevencionistas. Já o segundo capítulo aborda se a exposição ocupacional a vibração de corpo inteiro dos operadores de grapple skidder, com diferentes horas de uso acumulado, durante a jornada diária de trabalho, estão em conformidade a diretriz internacional para fins prevencionistas. A metodologia dessa pesquisa consistiu na mensuração da vibração de corpo inteiro em três eixos ortogonais durante a jornada diária de oito horas, os quais foram mensurados a aceleração média e o valor da dose de vibração. No primeiro capítulo, obteve-se que os valores de aceleração nos três eixos ortogonais foram superiores para a medição durante jornada diária de trabalho, denotando a influência do tempo de mensuração de 8 horas. No segundo capítulo, obteve-se que os valores de aceleração média e valor de dose se vibração, medidos durante a jornada diária de 8 horas, foram diretamente proporcionais as horas de uso acumuladas dos grapple skidders avaliados. Dessa forma, o conhecimento acerca desses níveis de vibração permite recomendar ações que possam mitigar os danos causados à saúde ocupacional dos operadores.
The grapple skidder is a self-propelled forestry machine that drags bundles of trees, commonly used in the full tree system, also called the long log system. Moving this machine can expose operators to occupational hazards of physical origin, among which whole-body vibration stands out. However, the measurement of this risk agent does not have a standardization of data collection time, which is carried out for periods of approximately 30 minutes, disregarding the time of the daily workday. In view of this, the first chapter addresses, through a pilot study, whether occupational exposure to whole body vibration, transmitted to grapple skidder operators, with different measurement times, is in accordance with the guideline for prevention purposes. The second chapter addresses whether occupational exposure to whole-body vibration of grapple skidder operators, with different hours of accumulated use, during the daily workday, complies with the international guideline for preventive purposes. The methodology of this research consisted of measuring the whole-body vibration in three orthogonal axes during the eight-hour daily journey, in which the average acceleration and the value of the vibration dose were measured. In the first chapter, it was found that the acceleration values in the three orthogonal axes were higher for the measurement during the daily workday, denoting the influence of the measurement time of 8 hours. In the second chapter, it was found that the average acceleration values and the vibration dose value, measured during an 8-hour day, were directly proportional to the accumulated hours of use of the evaluated grapple skidders. Thus, knowledge about these vibration levels allows for recommending actions that can mitigate the damage caused to the occupational health of operators.

Descrição

Palavras-chave

operações florestais, colheita de madeira, saúde ocupacional, forest operations, wood harvesting, occupational health

Como citar