Possíveis fatores de risco associados a desordens respiratórias induzidas por medicamentos potencialmente inapropriados em idosos hospitalizados

dc.contributor.advisorMastroianni, Patrícia de Carvalho
dc.contributor.advisorForgerini, Marcela
dc.contributor.advisorSchiavo, Geovana
dc.contributor.authorCarboni, Glória Maria
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2023-06-17T20:28:58Zpt
dc.date.available2023-06-17T20:28:58Zpt
dc.date.issued2023-05-18
dc.description.abstractINTRODUÇÃO: Os eventos adversos a medicamentos (EAMs) são responsáveis por admissões hospitalares e aumento do risco de morte em idosos. As desordens respiratórias induzidas por medicamentos são um tipo de EAMs que devem ser destacadas por serem subnotificadas e de difícil detecção. Se sabe que o processo de envelhecimento está associado a alterações fisiológicas no organismo, e em conjunto com a presença de multimorbidade e o uso de polifarmácia, há o aumento do risco de EAMs. Esses fatores também favorecem o uso de medicamentos potencialmente inapropriados (MPIs), que estão associados a piores desfechos em saúde e também a desordens respiratórias induzidas por medicamentos. Entretanto, há lacunas na literatura acerca das desordens respiratórias induzidas por MPIs, como rastreá-las e os fatores associados. OBJETIVOS: Identificar fatores de risco associados a desordens respiratórias induzidas por MPIs em idosos em um hospital secundário. MÉTODOS: Foi conduzido um estudo retrospectivo observacional em um hospital do interior de São Paulo, Brasil. Foram triados os idosos admitidos nas clínicas médicas entre janeiro e junho de 2021. A exclusão primária foi dos pacientes com COVID-19 e a secundária, idosos que não faziam uso de medicamentos associados a desordens respiratórias previamente à admissão. Os idosos incluídos foram separados em três grupos (idosos admitidos, idosos usuários de MPIs segundo critérios de Beers e idosos usuários de MPIs segundo STOPP/START). Foram coletados os dados e variáveis nos prontuários eletrônicos dos pacientes, seguido da tabulação desses dados e a detecção das desordens respiratórias induzidas por medicamentos por meio dos rastreadores propostos (códigos da CID-10; medicamentos; Global Trigger Tools). Foi realizada a análise de causalidade e a revisão da farmacoterapia dos idosos elegíveis no estudo. Por meio da regressão univariada e logística, foi avaliada uma possível associação das variáveis coletadas com a ocorrência das desordens respiratórias induzidas por MPIs nos idosos. RESULTADOS: Foram admitidos 221 idosos nas clínicas médicas analisadas do hospital, sendo elegíveis 72 idosos (81 hospitalizações). A maioria era do sexo masculino, de etnia autodeclarada branca, com idade predominante de idosos jovens, possuíam multimorbidade, faziam uso de polifarmácia e apresentavam carga anticolinérgica alta. Entre os usuários de MPIs, 55 faziam uso de acordo com os critérios de Beers e 71 de acordo com os critérios STOPP/START. Cinco idosos (9%) apresentaram possíveis desordens respiratórias induzidas por MPIs segundo Beers e seis idosos (8,45%) segundo STOPP/START. Ao rodar o modelo de regressão logística, nenhuma variável apresentou significância estatística revelando uma influência inconsistente destas com a ocorrência de desordem respiratória induzida por MPIs. CONCLUSÃO: Não foi identificado nenhum fator de risco associado a desordens respiratórias induzidas por MPIs. Estudos futuros com maior tamanho amostral são necessários para a confirmação desses achados.pt
dc.description.abstractINTRODUCTION: Adverse drug events (ADEs) are responsible for hospital admissions and increased risk of death in older adults. Drug-induced respiratory disorders are a type of ADEs that should be highlighted because they are underreported and difficult to detect. It is known that the aging process is associated with physiological changes in the body, and together with the presence of multimorbidity and the use of polypharmacy, there is an increased risk of ADEs. These factors also favor the use of potentially inappropriate medications (PIMs), which are associated with worse health outcomes and also drug-induced respiratory disorders. However, there are gaps in the literature regarding drug-induced respiratory disorders, such as how to screen for them and the associated factors. OBJECTIVES: Identify risk factors associated with respiratory disorders induced by PIM in elderly patients in a secondary hospital. METHODS: An observational retrospective study was conducted at a hospital in Américo Brasiliense, São Paulo, Brazil. Older patients admitted to medical clinics between January and June 2021 were screened. Primary exclusion criteria were patients with COVID-19, and secondary exclusion criteria were elderly patients who were not using medications associated with respiratory disorders before admission. The patients who included were divided into three groups (admitted older, older users of PIM according to Beers’ criteria, and older users of PIM according to STOPP/START criteria). Data and variables were collected from electronic medical records of the patients, followed by tabulation of this data and detection of drug-induced respiratory disorders through the proposed screening methods (ICD-10 codes, medications, Global Trigger Tools). Causality assessment and review of pharmacotherapy were conducted for eligible older patients in the study. Univariate and logistic regression were perfomed to evaluated possible associations between the collected variables and the occurrence of PIM-induced respiratory disorders in the elderly. RESULTS: 221 older patients were admitted to the medical wards analyzed in the hospital, of which 72 older patients (81 hospitalizations) were eligible for the study. The majority were male, self-declared white, with a predominant age of young older, multimorbidity, use of polypharmacy, and high anticholinergic burden. Among the PIMs users, 55 used according to Beers criteria and 71 according to STOPP/START criteria. Five patients (9%) presented possible respiratory disorders induced by PIM according to Beers and six patients (8.45%) according to STOPP/START. Upon running the logistic regression model, no variable showed statistical significance revealing an inconsistent influence of these variables on the occurrence of PIM-induced respiratory disorders. CONCLUSION: No risk factor associated with PIM-induced respiratory disorders was identified. Future studies with larger sample sizes are necessary to confirm these findings.en
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 2021/05161-9
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/244105pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
dc.subjectLista de Medicamentos Potencialmente Inapropriadospt
dc.subjectMedidas de Associação, Exposição, Risco ou Desfechopt
dc.subjectPrescrição Inadequadapt
dc.subjectSaúde do Idosopt
dc.subjectSegurança do Pacientept
dc.subjectPatient Safetyen
dc.subjectPotentially Inappropriate Medication Listen
dc.titlePossíveis fatores de risco associados a desordens respiratórias induzidas por medicamentos potencialmente inapropriados em idosos hospitalizadospt
dc.title.alternativePossible risk factors associated with respiratory disorders induced by potentially inappropriate medications in hospitalized older people.en
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Araraquarapt
unesp.undergraduateFarmácia - FCFpt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
carboni_gm_tcc_arafcf_int.pdf
Tamanho:
1.15 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
2.43 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição:
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
carboni_gm_tcc_arafcf_autorizacao.pdf
Tamanho:
142.05 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição: