Estados emocionais no pôquer

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-01-10

Orientador

Machado, Afonso Antonio
Oliveira, Bruna Feitosa de

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Educação Física - IB

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Desde o ano de 2010 a GAISF (General Association Of Sports Federation) reconhece o pôquer como esporte da mente, porém a modalidade só foi vista com esse caráter em território brasileiro no ano de 2012 com a homologação da CBTH (Confederação Brasileira de Texas Hold’em). O esporte tem tido um grande desenvolvimento e crescimento no cenário mundial e se destaca no quesito on-line, com isso, muitas pessoas inexperientes tem começado a praticar o esporte. O pôquer requer do jogador atenção, estudo, foco e determinação, pois é pautado em parâmetros matemáticos e probabilísticos, por esse fator não é considerado um jogo de azar. Nesse sentido o jogo se torna muito competitivo e o jogador deve ter seus estados emocionais controlados para não afetar as melhores decisões durante as partidas. Contudo, os estados emocionais podem ser afetados pelo “Tilt”, o que pode interferir no melhor jogo apresentado pelo atleta posteriormente. A partir disso, o presente estudo buscou analisar a influência dos estados emocionais no desempenho do pôquer. O método utilizado nesta pesquisa foi a revisão bibliográfica e documental, buscando em bases de dados e em fontes de dados que proporcionem um aprofundamento teórico. Foi identificada uma relação entre alterações nos estados emocionais e tomadas de decisão equivocadas no pôquer, seja por uma lacuna de habilidades psicológicas ou conhecimentos da modalidade e inexperiência.

Resumo (inglês)

Since 2010 the GAISF (General Association Of Sports Federation) has recognized poker as a sport of the mind, however the modality was only seen like this in Brazil in 2012 with the approval of CBTH (Brazilian Confederation of Texas Hold ‘in). The sport had a great development and growth on the world stage and stands out in the online category. However, with that, many inexperienced people have started to practice the sport. Poker requires attention, study, focus and determination from the player, once it is based on mathematical and probabilistic parameters, so it is not considered a game of chance. Thereby, the game becomes very competitive and the player must have his emotional states managed so as not to affect the best decisions during the matches. However, the emotional states can be affected by the "Tilt" which can interfere in the best game presented by the athlete on the games. Based on this, the present study analyzed the influence of emotional states in poker performance. The method used in this research is the bibliographic and documentary review, searching in data sources and contents that provide a theoretical deepening. It was identified a relationship between changes in emotional states and wrong decision-making in poker, usually due to a lack of psychological skills or knowledge about the modality and inexperience

Descrição

Idioma

Português

Como citar