Chuva de sementes em áreas de cerrado preservada e em regeneração natural

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-03-16

Orientador

Bramante, Veridiana de Lara Weiser

Coorientador

Pós-graduação

Biociências - FC/FCLAS 33004048023P9

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O Cerrado é a savana com maior diversidade vegetal e sofre intensa ameaça pela expansão urbana e agropecuária, sendo considerado um dos Hotspots da biodiversidade mundial. Mesmo assim, apenas 1/5 da sua cobertura vegetal original permanece intacta, e poucos fragmentos estão protegidos em unidades de conservação, enfatizando a necessidade de sua conservação e restauração. A regeneração natural é uma opção para restaurar a vegetação nativa de cerrado, e depende de três fatores: banco de sementes do solo, chuva de sementes e brotação a partir de estruturas subterrâneas. Investigações sobre a chuva de sementes proporcionam informações importantes sobre a dinâmica das comunidades vegetais e indicações do potencial de restauração das áreas perturbadas. Nossos objetivos foram caracterizar a composição de espécies da chuva de sementes e da vegetação acima do solo em uma área de cerrado preservada e outra área de cerrado em regeneração natural, verificar a similaridade entre as espécies da chuva de sementes e da vegetação acima do solo em cada área, averiguar a similaridade entre as espécies das chuvas de sementes das áreas de cerrado preservada e em regeneração natural e determinar o espectro de dispersão das espécies da chuva de sementes das áreas de cerrado preservada e em regeneração natural. As áreas de estudo ocorrem em um mesmo fragmento de cerrado, pertencente à Gleba II do Refúgio de Vida Silvestre Aimorés, no município de Bauru, na região centro-oeste do estado de São Paulo, no sudeste do Brasil. Coletamos as sementes quinzenalmente, nos 25 coletores instalados em cada área, e identificamos as espécies e as síndromes de dispersão. Na área em regeneração natural realizamos um inventário florístico da comunidade vegetal acima do solo, e na área conservada utilizamos inventáriosflorísticos recentes. Utilizamos o coeficiente de Jaccard para estimar a similaridade florística. Constatamos uma maior riqueza florística nas comunidades vegetais acima do solo do que nas chuvas de sementes. Observamos uma baixa similaridade florística entre as espécies da chuva de sementes e da vegetação acima no solo tanto na área de cerrado preservada como na área de cerrado em regeneração natural, mas com o predomínio de diásporos autóctones, contribuindo com a manutenção dessas populações nas comunidades. Verificamos uma baixa similaridade florística entre as chuvas de sementes das duas áreas, sendo a riqueza em espécies maior na área de cerrado preservada com o predomínio de espécies zoocóricas do que na área de cerrado em regeneração natural que apresentou a preponderância de espécies anemocóricas.

Resumo (inglês)

The Cerrado is the savannah with the greatest plant diversity and is under intense threat fromurban and agricultural expansion, being considered one of the Hotspots ofglobal biodiversity. Even so, only 1/5 of its original vegetation coverremains intact, and few fragments are protected in storage units conservation, emphasizing the need for its conservation and restoration. A natural regeneration is an option to restore native cerrado vegetation, and depends on three factors: soil seed bank, seed rain and sproutingfrom underground structures. Investigations into seed rain provide important information about the dynamics of plant communities and indications of the restoration potential of disturbed areas. Our objectives were to characterize the species composition of seed rain and vegetation above ground in a preserved savannah area and another savannah area in natural regeneration, verify the similarity between seed rain species and above-ground vegetation in each area, verify the similarity between the species from the seed rains of preserved cerrado areas and in natural regeneration and determine the dispersion spectrum of rainforest species seeds from preserved savannah areas undergoing natural regeneration. The areas of study occur in the same fragment of cerrado, belonging to Gleba II of Aimorés Wildlife Refuge, in the municipality of Bauru, in the central-western region of state of São Paulo, in southeastern Brazil. We collect the seeds every two weeks, in the 25 collectors installed in each area, and we identified the species and syndromes dispersion. In the area undergoing natural regeneration, we carried out a floristic inventory of the plant community above ground, and in the conserved area we use inventories recent floristics. We use the Jaccard coefficient to estimate the similarity floristics. We found greater floristic richness in the plant communities above soil than in seed rain. We observed a low similarity floristics between species of seed rain and vegetation above ground both in the preserved cerrado area as well as in the cerrado area undergoing natural regeneration, but with the predominance of autochthonous diaspores, contributing to the maintenance of these populations in communities. We verified a low floristic similarity between the seed rains in both areas, with species richness being greater in the cerrado preserved with the predominance of zoochoric species than in the area of cerrado in natural regeneration that presented a preponderance of species anemocorous.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

CHAVES, Renato Martins. Chuva de sementes em áreas de cerrado preservada e em regeneração natural . Orientadora: Veridiana de Lara Weiser Bramante. 2023. 40 f. Dissertação (Mestrado em Biociências) - Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Bauru, 2024.

Itens relacionados

Financiadores