Importância econômica e generalidades para o controle de Telchin licus Drury, 1773 (Lepidoptera: Casttniidae) em cana-de-açúcar

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2013

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (inglês)

The sugar cane plantation expands its borders each year, throughout the national territory. Thus, increases the amount of biomass that will to be exploited by man in sugar and alcohol produce and also by other organisms, which will have food in abundance. The growth of mechanized harvesting, with the consequent decrease in burning of straw and the expansion of the sucroalcooleiro sector are causing changes into entomofauna in certain areas or regions of sugar cane plantation. One of the new threats to the sugar cane plantations in southcentral region, causing uncertainty and concern to farmers, is the giant worm, Telchin licus, known in Brazil since 1927, in the Northeast of Brazil, is considered a major pest of cane sugar. In 2007 it was first recorded in the state of São Paulo, which accounts for 60% of the country's crops. Whereas until then there is not much information about their management and control, the aim of this review is to gather information on the basis for its control within the context of Integrated Pest Management of cane sugar.

Resumo (português)

A cultura da cana-de-açúcar expande suas fronteiras a cada ano, por todo o território nacional. Com isso, aumenta a quantidade de biomassa que será aproveitada pelo homem, para a produção de açúcar e álcool e também por outros organismos, que terão alimentos em abundância. O crescimento da colheita mecanizada com a conseqüente diminuição da queima da palha e a expansão do setor sucroalcooleiro estão provocando mudanças da entomofauna. Uma das novas ameaças às plantações de cana-de- açúcar na região Centro-Sul, causando incerteza e inquietação aos produtores, é a broca gigante, Telchin licus, conhecida no Brasil desde 1927, na região Nordeste do Brasil, é considerada uma das principais pragas da cana-de-açúcar. Em 2007 foi registrada pela primeira vez no Estado de São Paulo, onde se concentram 60% das lavouras do país. Considerando que ate então não há muitas informações sobre seu manejo e controle, o objetivo desta revisão é levantar informações com base para seu controle dentro de um contexto de Manejo Integrado das Pragas da cana-de-açúcar.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Enciclopédia Biosfera, v. 9, n. 17, p. 1623-1637, 2013.

Itens relacionados

Financiadores