Avaliação de resíduos orgânicos para o manejo de Fusariose em diferentes patossistemas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-01-21

Orientador

Bettiol, Wagner

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Os resíduos orgânicos e agentes de biocontrole podem constituir em alternativas no controle dos fitopatógenos habitantes do solo. O trabalho teve por objetivo estudar o controle de Fusarium spp. com resíduos orgânicos e agentes de biocontrole. Inicialmente foi avaliado o efeito de hidrolisado e emulsão de peixe, nas concentrações de 0, 10, 20, 30, 40 e 50% do volume de água para atingir a capacidade de campo do solo; e de alga, casca de camarão, concha de marisco e caroço de abacate moídos, nas concentrações de 0, 1, 2, 3, 4 e 5% v/v, na germinação de microconídios de Fusarium oxysporum f. sp. lactucae, em casa de vegetação. Enquanto a emulsão e o hidrolisado de peixe reduziram a germinação de microconídios do patógeno, os demais resíduos não apresentaram efeito. Também foi avaliado o efeito de resíduos de alga, concha de marisco, casca de caranguejo e repolho triturado fresco, nas concentrações de 0, 1, 2 e 4% v/v, sobre a germinação de microconídios de Fusarium circinatum em condições controladas, e associado ou não, a Trichoderma harzianum, no controle da fusariose (F. circinatum) em plantas de Pinus radiata mantidas em casa de vegetação. Nenhum resíduo reduziu a germinação de microconídios de F. circinatum ou a doença em casa de vegetação. No terceiro estudo foi avaliado o efeito de hidrolisado de peixe nas concentrações de 0, 5, 10, 15 e 20% do volume de água necessário para atingir a capacidade de campo, a partir do solo seco, associados ou não a T. harzianum (Iblf 006) e Bacillus subtilis + Bacillus licheniformis no controle de F. oxysporum f. sp. lycopersici (raça 3) em tomateiro, em casa de vegetação. O hidrolisado de peixe e os agentes de biocontrole não controlaram a doença.

Resumo (inglês)

The organic residues and biocontrol agent might be alternative in the control of soilborne plant pathogens. This work aimed to study the control of Fusarium species with organic residues and biocontrol agents. First, the effect of fish hydrolyzed and fish emulsion was evaluated, at concentrations of 0, 10, 20, 30, 40 and 50% of volume of water required to reach the water retention capacity of the soil; and the seaweed, shrimp shells, clamshell and grounded avocado seeds at concentration of 0, 1, 2, 3, 4 and 5% v/v in the microconidia germination of Fusarium oxysporum f. sp. lactucae in greenhouse. Fish emulsion and fish hydrolyzed reduced the microconidia germination and none of the other residues presented effect. Also, it was evaluated the effect of seaweed, clamshell, crab shell and fresh triturated cabbage, at concentrations of 0, 1, 2 and 4% v/v, in the germination of Fusarium circinatum microconidia under controlled conditions and associated or not with Trichoderma harzianum in Pinus radiata to control the disease caused by F. circinatum in greenhouse. Neither residue reduced the F. circinatum microconidia germination or the disease in greenhouse. In the third study the effect of fish hydrolyzed was evaluated at concentration of 0, 5, 10, 15 and 20% of volume of water to required to reach the water retention capacity of the soil, from dry soil, associated or not with T. harzianum (Iblf 006) and Bacillus subtilis + Bacillus licheniformis in the control of F. oxysporum f. sp. lycopersici (race 3) in tomato plants in the greenhouse. Neither residue or biocontrol agents controlled the disease.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados