Caracterização patogênica, morfológica, fisiológica, molecular e sensibilidade a fungicida de Cercospora coffeicola

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002-03

Orientador

Kurozawa, Chukichi
Kuramae-Izioka, Eiko E.

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A cercosporiose do cafeeiro, causada por Cercospora coffeicola Berk e Cooke, é uma doença importante porque prejudica o desenvolvimento do cafeeiro, principalmente em condições de viveiro, pela intensa desfolha, raquitismo e atraso no crescimento. Em 1998, notou-se, em uma propriedade em Santa Juliana, Minas Gerais, intensa desfolha de plantas no campo e presença de manchas grandes e típicas daquelas causadas por Cercospora, e os exames das lesões mostraram conídios longos, mais finos na sua espessura, hialinos e multiseptados, sendo a morfologia dos conídios diferente da verificada no material provenientes de Paracatu, Monte Carmelo e Santa Juliana, cidades situadas em Minas Gerais, em 1986. Essas diferenças apresentadas na morfologia dos conídios foram atribuídas a hipóteses, como a influência do ambiente, em função da época do ano ou a existência de mais de um gênero do fungo provocando sintomas semelhantes nas folhas dos cafeeiros. Os estudos realizados para caracterizar os isolados de Cercospora do cafeeiro, coletados em diversos municípios dos estados de São Paulo e Minas Gerais, através da patogenicidade, morfologia dos conídios, fisiologia, técnicas moleculares e sensibilidade a fungicidas, indicaram a inexistência de correlação entre esses parâmetros...

Resumo (inglês)

Cercospora coffeicola Beerk e Cooke is a fungus which causes an important disease on coffee trees resulting on leaves shedding and slowing plant development. In 1998, one isolate was selected in Santa Juliana, Minas Gerais State, Brazil, wich have longer and narrow spores when compared isolates collected in Paracatú, Monte Carmelo and Santa Juliana counties, in 1986. Studies were made to characterize and compare different isolates by pathogenicity test, conidia morphology, growth physiology, molecules characteristics and fungicides sensibility. By conidia morphology three groups of isolates were characterized differing by conidia lengh, width and number of septa. Physiological characterization showed no correlation between mycelium growth on different media e conidia production. The best sporulation was observed when the fungus was growed on V-8 medium. By in vitro test it was showed that minimum inhibitory concentration for fungus growing in the presence of fungicides (azoxystrobin, benomyl, chlorothalonil, tebuconazole, propiconazole, oxicloreto de cobre e methalaxyl-mancozeb) varied as a function of isolates.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

LOMBARDI, Ana Paula Zimbardi. Caracterização patogênica, morfológica, fisiológica, molecular e sensibilidade a fungicida de Cercospora coffeicola. 2002. xv, 140 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2002.

Itens relacionados