Avaliação do TaV (Thyrinteina arnobia vírus) no controle de Thyrinteina arnobia (Lepidoptera: geometridae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002-03

Orientador

Wilcken, Carlos Frederico

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O presente trabalho teve como objetivo avaliar o uso do TaV (Thyrinteina arnobia vírus) no controle de lagartas de Thyrinteina arnobia (Stoll, 1782) (Lepidoptera: Geometridae), em condições de laboratório e de semi-campo. Os experimentos foram conduzidos no Laboratório de Entomologia Florestal do Departamento de Produção Vegetal, Setor de Defesa Fitossanitária, e em área experimental de floresta de Eucalyptus grandis, na Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), Universidade Estadual Paulista (UNESP), em Botucatu – SP. No laboratório, o TaV foi multiplicado, purificado e quantificado. Diferentes concentrações de TaV, obtidas a partir do purificado concentrado, foram submetidas a testes de controle de lagartas de T. arnobia, em condições de laboratório e de semi-campo. No laboratório, a patogenicidade do TaV foi avaliada sobre diferentes ínstares larvais de T. arnobia. Experimentos de semi-campo foram instalados no inverno de 2000 e no verão de 2001, sendo o TaV pulverizado em plantas de E. grandis. As folhas pulverizadas foram coletadas em dias diferentes, e oferecidas a lagartas de T. arnobia no laboratório. Verificou-se que o TaV foi capaz de infectar e matar lagartas de T. arnobia de 2º, 3º, 4º e 5º ínstares, em condições de laboratório (temperatura de 25+0,5 oC, umidade relativa de 70+10% e fotofase de 13 horas). Os sintomas de contaminação foram observados em 100 % das lagartas que ingeriram folhas de E. grandis contaminadas com vírus. Também foi constatada uma alta mortalidade para as lagartas infectadas, apresentando taxas que variaram de 90 a 100 %. O efeito do TaV foi mais intenso sobre lagartas de 2º e 3º ínstares, contaminando-as e matando-as mais rapidamente, quando comparadas às de 4º e 5º ínstares. Nos experimentos de semi-campo, os resultados demonstraram que o TaV foi capaz de infectar... .

Resumo (inglês)

The present work aimed to evaluate the use of TaV (Thyrinteina arnobia virus) in control of Thyrinteina arnobia caterpillars (Stoll, 1782) (Lepidoptera: Geometridae), in laboratory conditions and field. The experiments were conducted in the Forest Entomology Laboratory of Plant Production Department, and in an experimental area with Eucalyptus grandis, in the São Paulo State University (UNESP), in Botucatu – SP. In laboratory, the TaV was multiplied, purified and quantified. Different concentrations of TaV, obtained from the concentrated purified, were submitted to T. arnobia caterpillars test controls, in laboratorial conditions and field. In the laboratory, the pathogenicity of TaV was evaluated over different larval instars of T. arnobia. Field experiments were installed in winter (2000) and summer (2001), spraying TaV in E. grandis plants. The sprayed leaves were collected in different days and offered to the T. arnobia caterpillars in the laboratory. It was observed that TaV was able to infect and kill 2nd, 3rd, 4th and 5th instars T. arnobia caterpillars, in laboratory conditions (temperature of 25+0,5 oC, relative humidity of 70+10% and 13 hours photo phase). The contamination symptoms were observed in 100 % of caterpillars that had ingested the leaves of E. grandis contaminated by virus. It was observed a high mortality to the infected caterpillars, varying from 90 to 100 %. The effect of TaV was stronger to the 2nd and 3rd instars caterpillars, contaminating and killing them faster, when compared to 4th and 5th instars. In field experiments, the results demonstrated that TaV was able to infect and kill 4th instar T. arnobia caterpillars, but the LT50 was considered extended. The increase of lethal time (LT50) was directly proportional to the increase of period between the virus application and the leaves collects in the field.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

ORLATO, Cassiano. Avaliação do TaV (Thyrinteina arnobia vírus) no controle de Thyrinteina arnobia (Lepidoptera: geometridae). 2002. v, 87 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2002.

Itens relacionados

Financiadores