Retórica e argumentatio: uma disputa entre Mem de Sá e Cururupeba

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005-06-23

Orientador

Moraes, Carlos Eduardo Mendes de

Coorientador

Pós-graduação

Letras - FCLAS

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este trabalho é fruto de pesquisa realizada com base em método filológico, cuja função é proceder ao estudo da língua com base no texto escrito, e tem por objetivo discutir e explorar a Dissertação Sétima de História Política, composta por Luís de Siqueira da Gama para a Academia Brasílica dos Esquecidos, enfocando principalmente o seu esquema argumentativo e seu diálogo com as fontes da Retórica Antiga. A referida Dissertação tem por nome Da pena que deu o Governador Mem de Sá às arrogâncias do soberbo Cururupeba (In: CASTELLO 1969-71, p.81-95, volume 1, tomo V) e trata da pena (ou castigo) escolhida por Mem de Sá para punir o índio Cururupeba por suposta atitude de arrogância perante o governo português, com a qual o autor procura persuadir seu público, por meio de um discurso coeso e rico em recursos argumentativos, de que o clemente e benévolo governante agiu de modo sensato e coerente com os preceitos políticos, éticos e morais vigentes na época, quando castigou o rebelde índio. Os mecanismos utilizados para a composição do discurso denotam uma orientação retórica de escrita, apoiada nos antigos, especialmente Aristóteles e Quintiliano. Essa orientação é confirmada pelas circunstâncias de produção que envolviam o letrado no Brasil Colônia, no início do século XVIII.

Resumo (inglês)

This work arised from a research which has been carried out based on philological methodology, whose function is to study the language based on the written text. Its main purpose is to discuss and explore the dissertation Seventh of Political History, composed by Luís Siqueira da Gama to the Brazilian Academy of the Forgotten, mainly focusing on its argumentative draft, and its dialogue with that Dissertation, whose name is Concerning the penalty that was given to the haughty Cururupeba's arrogance (In: CASTELLO 1969-71, p.81-95, volume 1, 5). It's about the penalty (or punishment) that was chosen by Mem de Sá to punish Cururupeba native, supposing that he had been arrogant towards the Portuguese government. From this attitude the author tries to persuade his audience, through a coherent and sensible speech plenty of argumentative resources, claiming that the lenient and benevolent government supporter had acted sensibly and coherently with political, ethical and moral precepts from that time, when he punished the rebel native. The ways followed to write the speech denote a rhetorical way of writing, based on the ancient philosophers, specially Aristoteles and Quintiliano. Everything can be upheld by the writing circunstances that used to involve the literate in that time when Brazil was still a colony.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

FIORETO, Thissiane. Retórica e argumentatio: uma disputa entre Mem de Sá e Cururupeba. 2005. 170 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2005.