Aspectos epidemiológicos da tuberculose na região de saúde de Botucatu-SP, 1993 a 1998

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001

Autores

Ventura, Adriana Aveiro [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Com o objetivo de conhecer a dimensão epidemiológica da tuberculose e o grau de resolutividade das ações de controle foram estudados todos os 1259 casos de tuberculose notificados na Região de Saúde de Botucatu, no período de 1993 a 1998. Houve 1092 casos novos sendo 80,4% pulmonares e 19,6% extrapulmonares. Os homens representaram dois terços dos casos. Predominaram as idades de 30 a 39 e maiores de 60 anos. Os doentes tinham baixa escolaridade, com taxa de analfabetismo de 19,3% e ocupações eram de baixa qualificação, com predomínio dos inativos. A incidência dos casos novos, das formas pulmonares e dos bacilíferos mostraram tendência significante para queda, sendo os coeficientes médios de 39,9 , 32,1 e 17,4 casos por cem mil habitantes, inferiores aos registrados no Estado de São Paulo e no Brasil. O diagnóstico dos casos pulmonares mostrou taxa insatisfatória de realização de baciloscopias e taxas elevadas de diagnóstico radiológico. A cultura de BK foi pouco solicitada e a realização do HIV foi pequena. O percentual de cura após tratamento foi de 73,9%, inferior a 85% preconizado pelo Ministério da Saúde. A taxa de abandono de 11,5% é ainda elevada. A doença associada mais freqüente foi o alcoolismo, responsável, junto com a AIDS, pelas maiores taxas de abandono e menores percentuais de cura. A tendência à queda dos coeficientes de incidência é atribuída às características de rarefação da população estudada, com menores oportunidades de contágio. O preparo inadequado dos profissionais e a infraestrutura insuficiente das unidades de diagnóstico e tratamento podem ser responsáveis por uma menor descoberta de doentes. São sugeridas medidas possíveis a curto e médio prazo para melhorar a condução das ações do Programa de Controle da Tuberculose nos diversos níveis de atenção.
A total of 1259 cases of tuberculosis notified in the Health Region of Botucatu, SP, Brazil from 1993 to 1998 was studied in order to identify the epidemiological dimension and resolution degree of the control procedures of the disease. There were 1092 new cases with 80.4% pulmonary and 19.6% extra-pulmonary forms. Men represented two-tird of the casas and the most predominat ages were from 30 to 39 years and older than 60 years. The ill subjects had low school instruction with illiteracy rate of 19.3% and poorly qualified jobs with predominance of inactive subjects. The incidence of new cases, pulmonary and bacillus forms showed a significant tendency to decrease, exhibiting mean coefficients of 39.9, 32.1 and 17.4 cases for 100,000 habitants. Such values were lower than those recorded in the State of São Paulo and Brazil. The diagnosis of pulmonary forms showed unsatisfactory rate of bacciluscopic assays and high rates of radiological diagnosis. Bk culture was little solicited and a small amount of HIV assays was carried out. Recovery percentage followwing treatment was 73.9%, rate inferior to that proposed by Health Department (85%). Treatment desertion rate was 11.5% and it is even now high. The mosto frequent associated disease was the alcoholism, which together with AIDS were responsible for the highest desertion rates and lowest recovery percentages. The tendency for the decrease of the incidence coefficients was attributed to rarefaction characteristics of the studied population, with minor probabilities for the transmission. The inadequate preparation of professionals and the insufficient infrastructure of the diagnosis and treatment units can be responsible for a lower discovery of ill subjects. Possible managements at short-and middle-time are suggested in order to improve the action of Tuberculosis Control Program in different attention levels.

Descrição

Palavras-chave

Tuberculose - Epidemiologia

Como citar

VENTURA, Adriana Aveiro. Aspectos epidemiológicos da tuberculose na região de saúde de Botucatu-SP, 1993 a 1998. 2001. 121 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2001.