A decadência ideológica burguesa no pensamento sociológico brasileiro e os seus reflexos na educação brasileira

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-04-27

Autores

Ronchi, Adriana de Souza [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As transformações históricas ocorridas durante o final do século XVIII e no início do século XIX ocasionaram um novo sistema de organização social, econômico e político, resultando na consolidação do desenvolvimento da economia capitalista. Através de uma composição ontológica de tais fatores históricos, podemos observar que existiu no campo da sociologia um declínio filosófico humanista, abandonando os ideais originais do Iluminismo na formação dessa ciência. O conceito de decadência ideológica burguesa (LUKACS, 1968) é a maneira como o pensador húngaro Lukács caracterizou esse abandono do humanismo no pensamento burguês. A partir dessas colocações, buscamos evidenciar a existência desse conceito em três momentos distintos e fundamentais na história da sociologia: 1) do pensamento clássico filosófico que se iniciam sob as análises de Friedrich Hegel (1831) até a composição do positivismo de Émile Durkheim (1917). 2) no desenvolvimento da sociologia brasileira como ciência abarcando suas incidências do período oitocentista até o estruturalismo 3) A sociologia na educação brasileira. Através da análise desses três elementos expostos, buscamos evidenciar como o conceito de decadência ideológica burguesa atua na sociologia brasileira através da ciência e da educação.
The historical changes that occurred during the late 18th century and the beginning of the 19th century led to a new system of social, economic and political organization at the expense of the development of capitalism. Through an ontological composition of such historical factors, we can observe that there was a philosophical decline in the field of sociology that constituted the concept of bourgeois ideological decay in the formation of this science (LUKÁCS,1968). From these statements, we seek to demonstrate the existence of this concept in three distinct and fundamental moments in the history of sociology: 1) in classical philosophical thought that begins under the analysis of Friedrich Hegel (1831) until the composition of the positivism of Émile Durkheim (1917); 2) in the development of Brazilian sociology as a science, encompassing its incidences from the 19th century to postmodern structuralism. 3) Sociology in Brazilian education. Through the analysis of these three elements exposed, we seek to show how the concept of bourgeois ideological decay proposed by Georg Lukács (1968) acts in Brazilian sociology through science and education.

Descrição

Palavras-chave

Sociologia, Ciência e educação, Sociology, Science and education

Como citar