Inventário dos gases de efeito estufa associado ao manejo da cana-de-açúcar na localidade de Barretos-SP, Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-02-22

Autores

Souza, Willians Luiz Bueno de [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O Brasil é o maior produtor de cana-de-açúcar mundial, e 70% da produção desta cultura se concentra nas regiões Centro-Sul. O Município de Barretos está localizado na região Centro-Norte do Estado de São Paulo e detém atualmente uma área cultivada de cana estimada em 73.668 hectares, o que representa aproximadamente 1,36% da produção do Estado de São Paulo. Este trabalho estima baseado nos dados gerados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Canasat, INPE) e metodologias para inventário de emissões do IPCC, as emissões de gases de efeito estufa (GEE) desta região no período de 2006 a 2011 em função das etapas de manejo agrícola da cana-de-açúcar associados ao plantio (reformada e expansão), tratamento de soqueira (cana queimada e crua) e colheita (manual queimada e mecanizada crua). A partir deste estudo, pode-se observar uma expansão na área cultivada da cana-de-açúcar na localidade que foi de 69,76% no período estudado, e mesmo com esse crescimento, as fontes de emissões dos GEE reduziram de 3,4 t CO2eq ha-1 para 2,54 t CO2eq ha-1 entre os anos de 2006 e 2011, resultando em uma redução de 25,30% das emissões por área durante esse período. Os resultados deste estudo indicam que a redução progressiva da queimada que antecedente a colheita é um fator determinante para redução das emissões por hectare produzido, sendo esta prática de queimada, responsável em média por 73,63% dos totais de emissões das operações de colheita. Conclui-se que apesar da área cultivada ter sofrido uma considerável expansão, os níveis de emissões por área ou por tonelada de cana produzida diminuíram. Isso só foi possível devido à conversão no sistema de manejo da colheita antes realizada como manual queimada, e gradativamente convertido para mecanizada crua
Brazil is the largest producer of sugarcane worldwide, 70% of the production of this crop is concentrated in the Mid-South. The city of Barretos is located in the center-north of the state of São Paulo and currently holds a cultivated area of 73,668 hectares estimated sugarcane, which represents approximately 1.36% of the production of the State of São Paulo. Based on data generated by the National Institute for Space Research (INPE) through the project will Canasat estimated emissions of greenhouse gases (GHG) in this region in the period 2006 to 2011 according to the stages of agricultural management of sugarcane associated with planting sugar (reformed / expansion), treatment of stumps (burned / raw mechanized) and harvesting (manual burned / raw mechanized). From this study, it can be seen an expansion in acreage of sugarcane in the city which was 69.76% during the study period, and even with this growth, the sources of GHG emissions reduced by 3.4 t CO2eq ha-1 to 2.54 t ha-1 CO2eq between the years 2006 and 2011, resulting in a 25.30% reduction in emissions per hectare during this period. The results of this study indicate that the progressive reduction of fire which antecedent harvest is an important factor for reducing emissions, and this practice of burning, responsible for an average of 73.63% of the total emissions from harvesting operations. We conclude that although the acreage has suffered a considerable expansion, emission levels per area or per ton of cane produced decreased this was only possible due to the conversion of crop management system performed as manual before burning, and gradually converted to green mechanized

Descrição

Palavras-chave

Cana-de-açúcar, Efeito estufa (Atmosfera), Mudanças climaticas, Gases estufa, Queimada, Sugarcane

Como citar

SOUZA, Willians Luiz Bueno de. Inventário dos gases de efeito estufa associado ao manejo da cana-de-açúcar na localidade de Barretos-SP, Brasil. 2013. xii, 49 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2013.