Caracterização geológica e estrutural da porção centro-norte do greenstone belt de Faina, Faina-GO

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013

Autores

Carneiro, Henrique Pelorca [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The area where the study was conducted is located in the central-western state of Goias. It geologically inserts the northern portion of the Greenstone Belt of Faina which belongs to the Archean terranes that fits in Brasília Fold Belt and Tocantins Structural Province. This region is known for its greenstone lode gold potential and it was heavily exploited by pioneers and prospectors, leaving many records for where they have been through. Preliminary work done by Orinoco Brasil Mineração in their required areas at the region showed that the environment is promising for gold mineralization and that the ore is controlled by structures. Therefore the objectives of this work were the geological and structural mapping in semi detail scale to improve geological, stratigraphic and structural controls present attributing possible ore understanding. With the development of the work there were recognized on the desktop three structural domains separated by a thrust fault. For each domain were discriminated the geological units ranging in gneisses, quartzites formed from coarse sediments arcoseanos, and schists. By mapping structures there were found five deformation phases, Dn-2, Dn-1, the Dn event that generated the main foliation (Sn) in high representation and two post-stages Dn with brittle late manifestations. The detail mapping of the Rattlesnake Gallery showed that the mineralized quartz vein is consistent with axial-plane foliation Sn-2 belonging to the oldest deformation Dn-2 phase and that the high grade is distributed in the hinge region folds of the same phase
A área onde foi realizado o presente trabalho está localizada no centro-oeste do estado de Goiás. Geologicamente se insere na porção norte do Greenstone Belt de Faina pertencente ao Maciço de Goiás que se enquadra na Faixa de Dobramentos Brasília e Província Estrutural Tocantins. Esta região do greenstone é conhecida pelo seu potencial aurífero e foi alvo de intensa exploração por bandeirantes e garimpeiros, deixando inúmeros registros por onde passaram. Trabalhos preliminares feitos pela empresa Orinoco Brasil Mineração em suas áreas requeridas na região mostraram que o ambiente é promissor para a mineralização de ouro e que o minério está controlado pelas estruturas. Portanto os objetivos deste trabalho foram o mapeamento geológico e estrutural em escala de semi detalhe para melhor compreensão geológica, estratigráfica e das estruturas presentes atribuindo possíveis controles do minério. Com o desenvolvimento do trabalho foram reconhecidos na área de trabalho três domínios estruturais separados por falha de empurrão. Para cada domínio foram discriminadas unidades geológicas compreendidas em gnaisses, quartzitos de granulação grossa formados a partir de sedimentos arcoseanos, e xistos. Através do mapeamento de estruturas foi possível encontrar cinco fases de deformação, Dn-2, Dn-1, o evento Dn que gerou a foliação principal (Sn) de alta representatividade e duas fases pós-Dn com manifestações tardias rúpteis. O mapeamento em detalhe da Galeria Cascavel mostrou que o veio de quartzo mineralizado é concordante com a foliação plano-axial Sn-2 pertencente a fase de deformação mais antiga Dn-2 e que o alto teor está distribuído na região de charneira das dobras da mesma fase.

Descrição

Palavras-chave

Geologia estrutural, Ouro - Minas e mineração, Geologia estratigráfica, Falhas (Geologia), Greenstone belts - Faina (GO)

Como citar

CARNEIRO, Henrique Pelorca. Caracterização geológica e estrutural da porção centro-norte do greenstone belt de Faina, Faina-GO. 2013. 53 f. Trabalho de conclusão de curso (Geologia) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2013.