A interação oral de uma professora não-nativa em aulas de língua estrangeira (inglês)

dc.contributor.advisorConsolo, Douglas Altamiro [UNESP]
dc.contributor.authorIbrahim, Marisa Baldani Peres [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:49Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:49Z
dc.date.issued2006-06-02
dc.description.abstractEste estudo teve como objetivo, num primeiro momento, perceber como se caracteriza a interação oral de uma professora não-nativa num contexto onde há forte demanda de rodução oral. Num segundo momento, ais fetam a motivação e a auto-estima da professora, no que se refere a sua competênciaomunicativa. O contexto investigado consistiu numa classe de alunos no nível intermediário em um p teve como objetivo investigar quais os fatores m a c a escola de idiomas na cidade de São Paulo. A pesquisa, de caráter etnográfico, utilizou dados obtidos por meio de gravações das aulas em fitas de áudio e vídeo, logs, notas de campo, questionário para os alunos, entrevista e um teste de proficiência oral para a professora (TEPOLI). Numa etapa posterior, foi realizado um questionário contendo cinco perguntas referentes ao estilo de ensinar da professora. A caracterização da interação consistiu em vinte e uma categorias das falas da professora e dos alunos. Essas categorias foram divididas numa micro e numa macro análise, partindo da percepção dos alunos em relação à interação oral da professora, considerando-se a interação uma co-produção. Alguns resultados mostraram que a professora interage bem com seus alunos porque usa muitos recursos e técnicas de ensino voltadas mais para o nível da frase, ou seja, técnicas simples e repetitivas que facilitam a compreensão do aluno. Levantou-se a hipótese de que embora a abordagem de ensinar da professora apresente traços estruturalistas, ela consegue dosar técnicas e estratégias que considera relevantes para o aprendizado do aluno. A visão que a professora tem de si mesma, no aspecto de sua competência oral, mostrou-se em harmonia com sua concepção de linguagem, pois está de acordo com o seu desempenho em sala de aula, que segundo ela, passou por uma mudança de foco, à medida que adquiriu mais maturidade na sua prática....pt
dc.description.abstractIn a first moment, this study had the goal of perceiving how a non-native teacher interaction is characterized in a context a strong need for oral production. In a second moment, it had the goal of investigating which factors most affect the teacherþs motivation and self-esteem, in relation to her communicative competence. The context investigated was in an intermediate level class in a private language school in Sao Paulo city. The re where there is search, a qualitative study, used data collected by means of audiovisual recordings, logs, field notes, class observation, a questionnaire for the students, an interview and an oral test for the teacher (TEPOLI). In a subsequent moment, a questionnaire having five questions related to the teacherþs teaching style was used to collect further data. The characterization of classroom interaction consisted of twenty-one categories of teacher and students speeches. These categories were divided into micro and macro analyses, starting from the student perception about the oral interaction, interaction being considered as a co-production. Some results showed that the teacher has a good interaction with the students because she uses a lot of resources and many teaching techniques, more related to students` necessities. The techniques are simple and repetitive, so they facilitate student comprehension. It was raised an hypothesis that even though the teacher teaching approach presents sctructuralistic features, she is able to balance the techniques and the strategies that she considers relevant to student learning process. The view that the teacher has about herself, in relation to oral competence, seemed in harmony with her language conception, because it is in accordance with her classroom performance, which according to her, passed through a change of focus, as it acquired more maturity in her practice. ...(Complete abstract, click electronic address below).en
dc.format.extent200 f. : il.
dc.identifier.aleph000469196
dc.identifier.capes33004153069P5
dc.identifier.citationIBRAHIM, Marisa Baldani Peres. A interação oral de uma professora não-nativa em aulas de língua estrangeira (inglês). 2006. 200 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2006.
dc.identifier.fileibrahim_mbp_me_sjrp.pdf
dc.identifier.lattes6026282743250472
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/93923
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectApplied linguisticsen
dc.subjectTeacher and students interactionen
dc.subjectLíngua inglesa - Estudo e ensinopt
dc.subjectLingüística aplicadapt
dc.subjectInteração oral professor-alunopt
dc.titleA interação oral de uma professora não-nativa em aulas de língua estrangeira (inglês)pt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.author.lattes6026282743250472
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas, São José do Rio Pretopt
unesp.graduateProgramEstudos Linguísticos - IBILCEpt
unesp.knowledgeAreaLinguística aplicadapt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
ibrahim_mbp_me_sjrp.pdf
Tamanho:
2.05 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format