Questão socioambiental e suas inter-relações com o serviço social

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-08-19

Autores

Silva, Tatiane Pereira da

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Com a crise ecológica contemporânea, a sociedade mundial se deparou com o maior desafio no que tange à necessidade de mudar as suas ações frente a esta questão. Diante de tal crise, a qual consideramos socioambiental, o Serviço Social, enquanto profissão que se inscreve no tecido das relações sociais, não deve ficar insciente a esta temática. Com isso, o objetivo da nossa pesquisa foi estudar os fundamentos da questão socioambiental e conhecer a atuação do(a) assistente social mediante esta questão. Assim, buscamos na trajetória desta pesquisa aprofundar a problematização das manifestações da questão socioambiental numa perspectiva sócio-histórica, para refletirmos sobre as possíveis contribuições interventivas do(a) assistente social neste universo, e, ademais, apreender através do relato da experiência do exercício profissional de assistente social na Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) do município São Paulo/SP, os traços e as reflexões do trabalho desenvolvido, e com isso confirmando as suas inter-relações com o Serviço Social. Para isto, utilizamos no percurso da pesquisa o método dialético, a partir da pesquisa bibliográfica e de campo. Com base no aporte teórico sobre esse tema, pudemos desvelar e analisar a questão socioambiental, na qual foi desmistificado o binômio: paradigma moderno da relação homem-natureza e o processo estrutural hegemônico – modo de produção capitalista – como sendo os principais fatores para os desdobramentos da degradação social e ambiental. Destarte, contextualizamos sobre a ética, a legislação e a educação ambiental como instrumentos para a construção de um novo paradigma, o ecológico. Ainda nessa análise, compreendemos que a questão socioambiental perpassa como uma das expressões da questão social, objeto de trabalho do(a) assistente social, o que lhe atribui o dever da intervenção também neste âmbito. Finalizamos com a pesquisa de campo, onde retratamos considerações de cunho qualitativo sobre a experiência do exercício profissional das assistentes sociais da SVMA, em que os dados coletados na entrevista possibilitaram uma análise de conteúdo. Em linhas gerais, a pesquisa enseja subsídios para conhecer a prática profissional do(a) assistente social frente às problemáticas ambientais em torno da institucionalização desse trabalho, e, por fim, depreendermos sobre as possibilidades de atuação e os desafios para o Serviço Social.
With the contemporary ecological crisis, global society faced the greatest challenge regarding the need to change their actions going forward on this issue. Faced with this crisis, which we consider as being environmental, social work as a profession, which falls into the fabric of social relations, should not be unaware of this subject. Thus, the objective of our research was to study the fundamentals of environmental issue and know the work of social workers in that issue. Thus, we sought during this research further questioning of the manifestations of socio-environmental issue in a socio-historical perspective, to reflect on the possible interventional contributions of social workers in this universe, and, besides, learn through the account of the experience of professional practice social workers at the Registry of Green and Environment (SVMA) in the city São Paulo/SP, the traits and the reflections of the work, and thus confirming their interrelations with the Social Work. For this, we use as a search route the dialectical method, from the literature and field research. Based on the theoretical framework on this issue, we unveil and analyze the environmental issue, where the binomial: modern paradigm of man-nature relationship and structural hegemonic process - capitalist mode of production - as the main factors for the developments social and environmental degradation was demystified. Thus, we contextualize on ethics, legislation and environmental education as instruments for the construction of a new, ecological paradigm. Still, in this analysis, we understand that social and environmental issues permeate as one of the expressions of social issues, being the work object of social workers, which assigns the duty of intervention also in this area. We end with field research, where we portray considerations of a qualitative nature about the experience of the professional practice of the social workers at SVMA, where the data collected in the interview allowed for a content analysis. In general, the research entails subsidies to know the professional practice of the social worker facing environmental problems around the institutionalization of this work, and, finally, consider the possibilities of performance and challenges for Social Work.

Descrição

Palavras-chave

Questão socioambiental, Serviço Social, Trabalho profissional, Environmental issue, Social Work, Professional work

Como citar