Modelos de normas de reação para avaliação da interação genótipo-ambiente em características de produção de leite e idade ao primeiro parto de bovinos da raça Girolando.

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-09-22

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Objetivou-se avaliar a presença da interação genótipo-ambiente (GxE) para as características de produção de leite (PL305) e idade ao primeiro parto (IPP) de bovinos da raça Girolando via modelos de normas de reação. Utilizaram-se registros relativos à produção de leite em até 305 dias na primeira lactação (PL305), idade ao primeiro parto (IPP) e empregou-se cinco modelos de normas de reação (MNR) com base na pressuposição dos resíduos, ajustando-se um modelo linear considerando a variância residual homocedástica (MNR_hom), e quatro modelos considerando heterocedasticidade, sendo linear (MNR_het), quadrático (MNR_q), linear-linear (MNR_l-l) e quadrático-quadrático (MNR_q-q). Os gradientes ambientais (GA) foram definidos com base nas soluções padronizadas dos grupos de contemporâneos (GC) (µ=0; σ²=1) obtidas por meio de análise prévia utilizando o modelo animal, sem considerar a GxE. As estimativas de herdabilidade pelo MNR_hom para PL305 indicaram que ao assumir homocedasticidade, parte da variância residual foi estimada como variância genética aditiva, ocasionando sub e superestimação da herdabilidade nos ambientes desfavorável e favorável, respectivamente. Para os modelos MNR_het e MNR_l-l, foram observadas estimativas médias de herdabilidade de 0,14 para PL305 e 0,10 para IPP. As estimativas de correlação genética dos animais entre os ambientes desfavorável e favorável ao longo do gradiente ambiental apresentaram declínio, sendo mais acentuadas entre o ambiente desfavorável e favorável no GA ≤ -1 e GA ≥ -1 para PL305 e IPP, o que caracteriza a presença da GxE para essas características ao longo do GA. Para MNR_l-l o percentual de animais robustos, plásticos e extremamente plásticos para PL305 foram de 66,7%, 29,6% e 3,7%. Já IPP apresentou de 68% e 32% de classificação para animais robustos e plásticos respectivamente. Existe interação genótipo para produção de leite em até 305 dias e idade ao primeiro parto em bovinos da raça Girolando no Brasil. A sensibilidade à variação ambiental comtempla uma não linearidade, de modo que animais mais sensíveis a mudanças ambientais favoráveis podem não responder da mesma maneira em ambientes desfavoráveis e vice-versa. A heterogeneidade da variância residual deve ser considerada dentro dos estudos de GxE com os dados utilizados nesse estudo, uma vez que melhora sua avaliação. O modelo heterocedásticos spline linear-linear é recomendado para avalição genética da produção de leite em até 305 dias e Idade ao primeiro parto em bovinos da raça Girolando.

Descrição

Palavras-chave

Seleção, Produção de leite, Genética animal

Como citar

TEIXEIRA, C. S. Modelos de normas de reação para avaliação da interação genótipo-ambiente em características de produção de leite e idade ao primeiro parto de bovinos da raça Girolando. 2023, 56f - Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento Animal) - Universidade Estadual Paulista. Jaboticabal SP, 2023.