Infusão contínua de propofol ou tiopental em cães portadores de hipertensão pulmonar induzida pela serotonina

Imagem de Miniatura

Data

2009-12-18

Autores

Lopes, Patrícia Cristina Ferro [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Avaliaram-se os efeitos da infusão contínua de propofol ou tiopental sobre os parâmetros respiratórios, hemodinâmicos, hemogasométricos e do índice biespectral em cães portadores de hipertensão pulmonar (HP) induzida pela serotonina (5-HT). Utilizaram-se 20 cães adultos SRD, machos ou fêmeas, distribuídos em dois grupos de dez animais denominados grupo propofol (GP, n= 10) e grupo tiopental (GT, n = 10). O peso médio dos cães no GP foi 11,8 ± 1,8 kg e no GT 10,6 ± 2,7 kg. O propofol foi empregado na indução (8 ± 0,03 mg/kg) e manutenção da anestesia (0,8 mg/kg/min) no GP, e o tiopental foi utilizado para indução (22 ± 2,92 mg/kg) seguido por infusão contínua (0,5 mg/kg/min) no GT. Em seguida, a ventilação mecânica ciclada a tempo foi iniciada. A HP foi induzida pela administração de 5-HT em bolus (10 μg/kg) seguido por infusão contínua (1 mg/kg/h) na artéria pulmonar. As mensurações dos parâmetros tiveram início antes da aplicação (M0) e após 30 minutos da administração da 5-HT (M30), seguida de intervalos de 15 minutos (M45, M60, M75 e M90). As variáveis foram submetidas à Análise de Perfil (p<0,05). O coeficiente de Pearson foi calculado em ambos os grupos para determinar a correlação entre mistura arteriovenosa (Qs/Qt) e diferença de tensão entre o oxigênio alveolar e o arterial (AaDO2), entre Qs/Qt e o índice respiratório (IR), entre Qs/Qt e a relação artérioalveolar (a/A) e entre Qs/Qt e o índice de oxigenção (IO). Os resultados mostraram que a indução da HP alterou as variáveis hemogasométricas, respiratórias, a frequência cardíaca (FC), sendo registradas diferenças significativas entre os grupos...
The effects of continuous infusion of propofol or thiopental on respiratory, hemodynamic, blood-gas parameters and on bispectral index, in dogs induced to pulmonary hypertension (PH) by serononin (5-HT), were evaluated. Twenty adult mongrel dogs, male or female, were randomly assigned into two groups composed by ten animals: propofol group (PG, n = 10) and thiopental group (TG, n= 10). In PG, dogs weighing 11.8 ± 1.8 kg and in TG, 10.6 ± 2.7 kg. Propofol was used for induction (8 ± 0.03 mg/kg) and maintenance of anesthesia (0.8 mg/kg/minute) in PG. Thiopental was used for induction (22 ± 2.92 mg/kg) followed by continuous infusion (0.5 mg/kg/minute) in TG. Mechanical ventilation using time cycled was started. PH was induced by administration of a serotonin (5-HT) bolus (10 μg/kg) followed by continuous infusion (1 mg/kg/hour) in the pulmonary artery. The parameters were measured before administration of 5-HT (T0), after 30 minutes (T30) and, then, at 15-minute intervals (T45, T60, T75 and T90). Numeric data were submitted to Profile analysis (P<0.05). Pearson’s coefficient was calculated in both groups to determine the correlation between venous admixture (Qs/Qt) and alveolar-arterial oxygen tension difference (AaDO2), between Qs/Qt and respiratory index (RI), between Qs/Qt and alveolo-arterial ratio (a/A) and between Qs/Qt and oxygenation index (IO) ... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Cão, Anestesia animal, Anestesia total intravanosa, Monitoramento hemodinâmico, Ventilação mecânica, Total intravenous anesthesia, Dog, Hemodynamic monitoring, Mechanical ventilation

Como citar

LOPES, Patrícia Cristina Ferro. Infusão contínua de propofol ou tiopental em cães portadores de hipertensão pulmonar induzida pela serotonina. 2009. xlix, 180 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2009.