Propriedades físico-mecânicas de painéis particulados de Eucalyptus saligna e casca de noz macadâmia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-06-21

Autores

Ferreira, Bruno Santos [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Estudos relacionados a matérias-primas alternativas para a substituição parcial ou total de madeira na produção de produtos engenheirados, mais especificamente de painéis, vem sendo desenvolvidos com a finalidade de diminuir a utilização da madeira e também aproveitar resíduos, que muitas vezes não possuem valor agregado. Por este motivo este trabalho teve o intuito de caracterizar a utilização da casca de noz macadâmia na produção de painéis de partículas, tendo em vista que esta casca é um resíduo com alta resistência, porém raramente possui utilização. Para tanto se testou quatro composições de painéis de partículas, com 0%, 30%, 60% e 100% de casca de noz macadâmia com base na massa de partículas. Avaliou-se a razão de esbeltez das partículas e as propriedades físico-mecânicas dos painéis com base na norma brasileira ABNT NBR 14810-3 (2006). Foram realizados os ensaios físicos de densidade, teor de umidade, inchamento em espessura durante 2 e 24 horas e absorção de água durante 2 e 24 horas. Os ensaios mecânicos realizados foram de flexão estática, para a determinação do módulo de ruptura (MOR) e do módulo de elasticidade (MOE), e o de tração perpendicular à superfície também conhecido como adesão interna. Com os resultados obtidos notou-se que com a adição de casca de noz macadâmia ocorreu diminuição da resistência mecânica, tanto com relação a adesão interna quanto com relação ao MOR e MOE, sendo que este último diminuiu abruptamente com a adição de apenas 30%; e maior instabilidade dimensional, pois ocorreu o aumento do inchamento em espessura e da absorção de água. Este resultado foi devido principalmente à geometria das partículas de macadâmia que não permitiu uma boa interação entre o substrato e o adesivo. Destaca-se ainda que a alta densidade da casca de noz macadâmia dificultou a interação...
Studies related to alternative raw materials for the partial or total substitution of wood in the production of engineered products, specifically panels, has been developed with the aim of reducing the use of wood and also recycle waste that often have no value. For this reason this study aimed to characterize the use of macadamia nutshell in the production of particleboard, given that this bark is a residue with high strength, but rarely has use. For that four different compositions of particle boards with 0%, 30%, 60% and 100% of macadamia nutshell based on the mass of particles were tested. The slenderness ratio of the particles and the physical-mechanical properties of panels were evaluated based on the Brazilian standard ABNT NBR 14810-3 (2006). The physical tests performed were density, moisture content, thickness swelling for 2 hours and 24 hours and the water absorption during 2 hours and 24 hours. The mechanical tests performed were the static bending, for determining the modulus of rupture (MOR) and modulus of elasticity (MOE) and the tension perpendicular to surface also known as internal bonding. With the results obtained it was noted that with the addition of Macadamia nutshell there was a decrease in mechanical strength, with respect to internal bonding and MOR and MOE, which latter abruptly decreased with the addition of only 30%; and in the dimensional stability, because occurred the increasing of the thickness swelling and water absorption. This result was mainly due to the macadamia particles geometry, which did not allow a good interaction between the substrate and the adhesive. Note also that the high density of the macadamia nutshell hindered the interaction between particles, because it blocked a sufficient panel compression

Descrição

Palavras-chave

Chapa de madeira aglomerada, Madeira, Noz macadamia, Polimeros, Particle board

Como citar

FERREIRA, Bruno Santos. Propriedades físico-mecânicas de painéis particulados de Eucalyptus saligna e casca de noz macadâmia. 2013. 78 f. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2013.